Tião Viana assina ordem de serviço para reforma da Biblioteca Pública Estadual

Reforma, que começa nos próximos dias e terá duração de quatro meses segundo a empresa contratada, irá incluir a modernização, adaptação e manutenção do espaço – Foto: Sérgio Vale

O governador Tião Viana assinou na tarde desta segunda-feira, 10, a ordem de serviço para a reforma de manutenção da Biblioteca Pública Estadual de Rio Branco, localizada no Centro da cidade, num investimento de R$ 740 mil.

A reforma – que começa nos próximos dias e terá duração de quatro meses segundo a empresa contratada – irá incluir a modernização, adaptação e manutenção do espaço, sendo um desses diferenciais a ampliação da acessibilidade. A filmoteca do espaço ganhará rampas, o setor de HQs terá plataforma, os pisos serão táteis, além da identificação em braile.

Junto da acessibilidade, a obra inclui manutenção das esquadrias, janelas, portas, forro, toda a pintura externa e interna, reformas dos banheiros e a iluminação modernizada.

“Saio com a sensação de missão cumprida. Na área de cultura nosso governo investiu mais de R$ 40 milhões e essa é mais uma etapa dos investimentos do governo. Temos ainda 13 obras para inaugurar este ano de impacto, na área cultural, hospitalar e de educação. E isso significa o respeito que temos que ter nos processos de gestão”, destaca o governador Tião Viana.

Além disso, o governador pode prestigiar o resultado da doação de seu acervo pessoal, de quase três mil livros, que agora também fazem parte da biblioteca.

Valorização dos espaços

Reinaugurada há dez anos, a Biblioteca Pública Estadual se tornou referência nacional ao trazer conceitos de espaços modernos, com inclusão social e digital. Segundo a presidente da Fundação Elias Mansour, Karla Martins, a biblioteca já é um espaço reconhecido dentro do projeto de Acessibilidade 100 como a única da região Norte a seguir as recomendações necessárias.

Só nos espaços culturais o governo chega ao investimento de R$ 43 milhões, entre a criação do Museu dos Povos Acreanos, no antigo Colégio Meta, e a reforma de novos.

Já foram entregues: a Casa dos Povos indígenas, antigo Kaxinawa, o Teatro Barracão, o Memorial Wilson Pinheiro (Brasileia) e a Biblioteca Pública Estadual Elomar de Souza Braga (Epitaciolândia). O Museu da Borracha, o Complexo Memorial dos Autonomistas com o Theatro Hélio Melo e Café do Teatro, e a Escola de Música do Acre são as próximas obras a serem entregues ainda em dezembro.

“Será assinada ainda este mês a reforma da biblioteca pública de Tarauacá que é num prédio histórico e é uma reforma importante, a Biblioteca da Floresta está em processo licitatório, o museu de Xapuri também está e resolvendo as últimas questões para o Museu de Sena Madureira também entrar”, conta Karla Martins.

Agência Notícias do Acre