Política

    Gehlen Diniz diz que PL sobre titulação de militares é uma correção de um erro da gestão passada

    O líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Gehlen Diniz (PP), se pronunciou durante sessão virtual desta terça-feira (05), sobre o Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo, que versa sobre a titulação da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

    O parlamentar pontuou que o atual governo assegurou que iria corrigir um erro da antiga gestão em relação ao pagamento de titulação dos militares, e que o texto da matéria tratada garante justiça a esses profissionais.

    “As forças de segurança se doam 24h. Um plantão nunca é igual ao outro e, ao sair de casa, um policial já está colocando sua vida em risco. Parabenizo o governador, mais uma correção será realizada, uma bomba relógio desarmada. Tenho certeza que esse projeto será aprovado de forma unânime. Os poderes são independentes, então vamos fazer a nossa parte”, assegurou.

    Diniz também falou sobre seu posicionamento quando o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), liberou a abertura do comércio local durante a pandemia de coronavírus. Ele disse ter sido criticado por se posicionar contra a iniciativa, mas que a prioridade agora é salvar vidas.

    “Ontem a população de Sena Madureira soube da infeliz notícia que dois moradores da cidade testaram positivo para a covid-19. Essa doença já circula em todos os municípios do Acre, isso remete para a necessidade das medidas de contenção. Há 10 dias o prefeito de lá baixou um decreto abrindo o comércio, fiz críticas a essa situação, porém, tudo aqui é politizado e recebi mensagens de comerciantes perguntando o motivo desse meu posicionamento. Nossa prioridade agora é salvar vidas e muitos não conseguem compreender isso. Esqueçam a política! Peço que o prefeito volte atrás com essa decisão. Sou um dos defensores do isolamento total. Vidas perdidas não voltam”, alertou.

    Image
    Image