Geral

    Escola SENAI, tradição e modernidade pelo futuro do trabalho


    Mais de 40 anos ofertando educação profissional com qualidade e seriedade, instituição passa por grande reforma para entrar na era da Indústria 4.0

    Pelo menos 600 alunos passam pela Escola SENAI todos os dias. Fundada há 44 anos, a instituição contribui para a formação profissional de jovens na área industrial nas modalidades de aprendizagem, qualificação, aperfeiçoamento, iniciação profissional, técnico e semipresencial, com cursos de eletroeletrônica, mecânica automotiva, tecnologia da informação, alimentos e bebidas, confecção do vestuário, refrigeração e climatização, metalmecânica, gestão, segurança do trabalho e logística. Logo, por entender que o futuro bate às portas e é preciso se adequar às demandas da 4ª Revolução Industrial, chamada de Indústria 4.0, passou por nove meses de ampla reforma e modernização.

    A ideia, segundo a gerente da unidade, Ofélia Machado, é proporcionar um melhor ambiente para aprendizagem, conforto e bem-estar a alunos, clientes e aos profissionais que estão ali diariamente compartilhando conhecimento e contribuindo para o desenvolvimento do setor produtivo acreano. Com investimento de R$ 6,8 milhões em melhorias, a obra foi entregue nesta quinta-feira, 14 de novembro, em uma solenidade de apresentação para alunos, comunidade e autoridades. “Criamos novos espaços, com garantia de bem-estar na oferta de conforto, acolhimento, segurança, bem cuidados para clientes externos e internos. Além disso, aproveitamos espaços que estavam sendo subutilizados e realizamos modificações significativas, como troca da estrutura do telhado, mudança de todo piso e implantação de equipamentos de acessibilidade”, enumera Machado.

    Foram entregues 17 laboratórios didáticos, 10 salas de aula, um almoxarifado, uma biblioteca, uma sala de professores, uma sala de coordenação pedagógica, uma sala de servidor de dados, uma sala técnica, uma sala de reunião, uma sala de secretária escolar, uma sala para reprografia, uma sala administrativa, área de alimentação, área de esportes, corredores amplos, banheiros e recepção – construídos ou reformados.

    Tudo isso pelo futuro do trabalho, lema que move tanto o SENAI quanto o SESI, que visam à capacitação profissional como peça-chave para o desenvolvimento tanto pessoal como do lugar onde o indivíduo está inserido. Para o engenheiro eletricista e de Segurança do Trabalho Francisco Flávio Rocha Palácio, coordenador técnico da área eletroeletrônica da Escola SENAI, a modernização da unidade resultará em ganhos para todos, em especial para os alunos, que serão treinados para o futuro, sempre acompanhando as novas tecnologias.

    “Houve uma mudança geral, pois temos agora novos laboratórios de instalação predial, de automação de máquinas (com aquisição de novos equipamentos), entre outros benefícios. O SENAI dá um salto de qualidade em nível estadual e de Região Norte. Vale destacar que os profissionais dessa área de eletroeletrônica são, em grande maioria, formados nesta escola e buscam o SENAI constantemente. Com essa modernização irão aumentar nossas demandas e estamos preparados para atender o mercado”, ressalta Palácio.

    escola senai002

    Novo patamar

    Segundo o diretor regional do SENAI, João César Dotto, a obra transcorreu diante de muitos desafios e todos foram vencidos. Ele cita, por exemplo, o fato de que as aulas não foram suspensas no decorrer das intervenções. “Não é fácil recuperar uma unidade de mais de 40 anos e colocá-la em um novo patamar extremamente moderno sem parar suas atividades. Houve muito compromisso das pessoas e envolvemos a todos os colaboradores. Apresentamos o projeto também aos alunos. Então, quando iniciamos, os transtornos foram minimizados em razão de todos saberem da importância e necessidade dessas intervenções”, acrescentou Dotto.

    Presidente da Federação das Indústrias do Estado Acre (FIEAC) e do Conselho Regional do SENAI, o empresário José Adriano salienta que a atual gestão da FIEAC tem feito um esforço grandioso para melhorar as instalações físicas do SESI e do SENAI na capital acreana. “São investimentos significativos que, além de colocar nossas unidades em um patamar elevado no que diz respeito à estrutura, também gera empregos para o Acre. Nosso propósito é de sempre atender com excelência os nossos clientes”, assinala Adriano.

    Image
    Image