Prefeitura vai expandir “Teste da Mãezinha” em Rio Branco

A Prefeitura vai ampliar o programa de proteção as gestantes no município de Rio Branco, através do “Teste da Mãezinha”. O trabalho articulado da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), desenvolvido na Policlínica Barral y Barral, disponibiliza 2.412 atendimentos mensais para gestantes, entre os quais consultas de pré-natal, exames laboratoriais, ultrassonografia obstétrica, além do “Teste da Mãezinha”, que, fazem parte do conjunto de ações do município voltadas à atenção e cuidado do binômio mãe e filho durante o pré-natal.

Gestantes residentes na cidade de Rio Branco, por iniciativa da prefeita Socorro Neri, têm o direito de realizar gratuitamente a triagem das doenças Toxoplasmose, Hepatites B e C (pela importância de possíveis sequelas nos casos de transmissão vertical), e a Eletroforese de Hemoglobina, que é um exame realizado para medir e identificar os diferentes tipos de hemoglobina que podem ser encontrados no sangue, cujo resultado pode identificar hemoglobinopatias, que na gravidez, podem ser graves.

O “Teste da Mãezinha”, oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde na Policlínica Barral y Barral desde agosto do ano passado, será ampliado para as demais Unidades de Referência a partir da próxima semana. Para isso, profissionais da área, participaram de uma capacitação, na tarde desta terça-feira,14, no auditório do Barral y Barral.

Segundo a coordenadora de regulação, controle e avaliação da Semsa, Sulamita Guedes, o “Teste da Mãezinha” foi implementado pela Prefeitura para auxiliar na qualidade da assistência e detecção precoce às doenças de transmissão mãe/filho, podendo assim, evitar óbitos maternos e também a mortalidade infantil.

Dessa forma, buscando ampliar ainda mais o bem estar das gestantes acompanhadas na rede municipal de saúde a esse exame, a Secretaria Municipal de Saúde, fará nesta sexta-feira, dia 17 de maio, a partir das 9 horas, o lançamento oficial da ampliação do acesso ao “Teste da Mãezinha” na URAP Vila Ivonete.

Assessoria PMRB

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *