Poronga

    De mala e cuia 

    A Secretária de Empreendedorismo e Turismo do Acre, ex-deputada estadual Eliane Sinhasique, que em 2016 disputou a prefeitura de Rio Branco, obtendo a segunda colocação, ontem declinou apoio à candidatura da prefeita Socorro Neri (PSB) e Eduardo Ribeiro (PDT), em que pese seu partido contar com candidatura própria ao paço riobranquense. 

    Argumentos 

    Em postagem no facebook, Sinhasique elencou motivos que conduziram seu apoio a Neri e Eduardo Ribeiro: “Primeiro, porque ela é mulher e eu comando um dos movimentos nacionais por mais mulheres na política – o ‘Ela Eleita’ -, que é apartidário e onde eu ajudo mais de 530 mulheres candidatas de toda parte do Brasil, e ficaria no mínimo incoerente apoiar um homem para prefeito sendo que nossa bandeira visa aumentar a representatividade feminina nos espaços de poder, tanto no executivo como no legislativo”;

    Identidade 

    E segue: “Segundo, sou uma mulher política e assumo minhas posições e a Socorro Neri também é uma mulher de posição, firme em suas decisões, rígida quando precisa ser, séria no trato com a coisa pública e incansável na busca de soluções para os problemas da nossa cidade levando sempre em consideração o bem-estar da população”.

    Motivo adicional 

    Ainda: “Terceiro, ao lado de Socorro Neri está Eduardo Ribeiro um amigo de longas datas, qualificado, responsável, experiente em gestão pública, um bom filho, um bom pai e um bom esposo, ciente de suas obrigações e coerente com seus propósitos. Um homem respeitoso e respeitável que enobrece ainda mais essa chapa”;

    Coerência 

    Por fim: “Quarto, faço parte de um grupo político, capitaneado pelo governador Gladson Cameli e sou coerente e leal ao projeto político que chegou ao poder em 2018, componho a equipe de governo que faz a gestão administrativa do nosso estado e caminharemos juntos com Socorro e Eduardo. Para finalizar, Deus é muito bom comigo! Estou no melhor dos cenários. Posso apoiar uma Mulher, que era meu objetivo, e que tem o apoio do meu governador!”

    Investigação 

    O deputado estadual e primeiro-secretário da Assembleia Legislativa do Acre, Luiz Gonzaga (PSDB), vai protocolar nos próximos dias no Ministério Público do Acre (MPE/AC) um pedido de investigação sobre denúncia divulgada na imprensa de que medidores de energia elétrica estariam sendo adulterados no estado do Acre.

    Absurdo 

    Segundo a denúncia divulgada na imprensa, servidores terceirizados que prestam serviço à empresa Energisa estariam sendo orientados a adulterar os medidores de energia elétrica nas residências e empresas no estado.

    Crime premeditado 

    A denúncia diz ainda que os servidores terceirizados estariam saindo para trabalhar com uma meta de ocorrências de furto de energia para fiscalizarem. Um suposto ex-servidor terceirizado conta que caso os trabalhadores não voltem ao fim do dia com a meta alcançada eles correm risco de serem demitidos pela empresa contratada pela Energisa. 

    Coação 

    Com medo da demissão, alguns desses servidores estariam adulterando os medidores e incriminando os consumidores propositalmente. Diante da denúncia, o deputado Gonzaga decidiu acionar o MPE/AC para acompanhar o caso de perto.


    Imagem2

    Financiamento 

    A Polícia Federal investiga indícios de que o governo do presidente Jair Bolsonaro financiou pessoas e páginas na internet dedicadas à propagação de atos antidemocráticos, que fizeram ataques ao Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal (STF). 

    Elos 

    Um relatório parcial da PF, produzido no inquérito que tramita no STF sobre a realização de atos antidemocráticos, aponta pela primeira vez a relação desses atos com o Palácio do Planalto e apura se a publicidade oficial foi utilizada para direcionamento de recursos públicos.

    Sinais 

    Os indícios chegaram à PF por meio da CPMI das Fake News do Congresso Nacional, que enviou à investigação informações de que a Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom) veiculou publicidade em sites que propagam ações antidemocráticas. A delegada Denisse Dias Ribeiro afirma no relatório que o objetivo da investigação é saber se integrantes do governo federal agiram por ação deliberada ou por omissão no financiamento dessas páginas.

    Retrato 

    “A investigação tem o objetivo de checar se essa ocorrência se deu por culpa ou por ação ou omissão deliberada de permitir a adesão da publicidade do governo federal, e a consequente monetização, ao conteúdo propagado”, escreveu a delegada, que prossegue em seu despacho: “Outro ponto a ser elucidado (e que complementarão a análise do material já em curso) é se essa conduta ocorreu por vínculos pessoais/ideológicos entre agentes públicos e os produtores de conteúdo ou mesmo por articulação entre ambos”.

    Digitais 

    Além da presença de propaganda do governo, a PF apura se os gestores públicos usaram mecanismos disponíveis em ferramentas de publicidade, como o Google Ads, para evitar que as mensagens do governo chegassem a sites que disseminam ataques às instituições.

    Programa de governo

    A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, ontem no final da tarde participou de conversa com empresários sobre propostas para o desenvolvimento do setor industrial da Capital. A conversa aconteceu na sede da Federação da Indústria do Estado do Acre (Fieac).

    Propostas

    Na oportunidade, Neri recebeu das mãos do presidente da instituição, José Adriano, um documento onde consta um conjunto de sugestões resultantes de um processo de construção coletiva com as demais instituições que compõem o sistema Fieac.

    Posição

    “Nesse momento em que estamos colhendo informações, ouvindo os diversos setores da sociedade para a elaboração do plano que Eduardo e eu vamos defender e apresentar à sociedade nos parece ser o mais adequado para discutirmos a nossa cidade. Para pensarmos juntos nos desafios que estão postos e naqueles que precisam ser priorizados nesse próximo ciclo de gestão, nesses próximos quatro anos”, disse Socorro Neri.

    Considerações 

    Sobre as sugestões e propostas apresentadas pela Fieac, a prefeita disse se sentir satisfeita com a robustez do documento e garantiu que todas serão analisadas devidamente por ela e por sua equipe.

    “Quero dizer que as propostas serão analisadas, cada uma, com a devida atenção, levando em conta o ponto de vista da legislação, do ponto de vista da capacidade orçamentária, do ponto de vista da nossa visão, também, do desenvolvimento para a cidade de Rio Branco”, afirmou.

    Reconhecimento 

    José Adriano elogiou o trabalho que a gestão de Socorro Neri vem realizando em Rio Branco, mesmo diante da crise que afeta o país a partir da pandemia do novo coronavírus/covid-19. 

    “Eu tenho dito a todos os que concorrem as eleições com a senhora que o páreo é duro, mas, que é bastante vantajoso saber que, se vencer uma eleição como essa, vai receber a casa arrumada e as condições postas para dar continuidade”, declarou o presidente da Fieac.

    Compromisso 

    Eduardo Ribeiro, por sua vez, disse que o setor a indústria vai ser um dos mais importantes para a retomada da economia tão afetada pela crise. “Nesse período pós-pandêmico, o que mais vamos precisar é esse diálogo constante com os diversos setores da economia, principalmente, a classe empresarial, com a classe industrial, para que possamos avançar nos pontos primordiais para a retomada da economia na capital e em todo o Estado”, revelou Eduardo.

    Image
    Image
    Image

    logo news2