..::data e hora::.. 00:00:00

Poronga

Ação reprovável 

O site ac24horas fez divulgar que o sargento aposentado do Exército Brasileiro Marcos Pires, usou as redes sociais para no dia de ontem para ameaçar os acreanos que irão participar neste sábado, 23, de um protesto a favor do impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), nas proximidades da Uninorte, marcado para às 15 horas.

Tiro ao alvo 

Vou praticar tiro ao alvo em movimento na cabeça de esquerdopatas”, escreveu. Nas redes, Marcos Pires compartilha materiais de apoio ao uso da hidroxicloroquina em casos da Covid-19, na qual ainda não existe evidência comprovada para o tratamento da doença e demonstra ser um grande fã e apoiador do presidente Jair Bolsonaro.

Escola 

Por conta da posição inconcebível do policial militar aposentado, o deputado Léo de Brito (PT), fez divulgar nota de repúdio, salientando que o militar “segue a linha radical de Jair Bolsonaro, que quando esteve no Acre em 2018, durante sua campanha eleitoral à presidência da República, ameaçou publicamente de metralhar os petistas do Acre”.

Pedido de socorro às Instâncias 

Brito também anota que “Sobre a repugnante manifestação do militar, informo que serão adotadas todas as medidas jurídicas diante de tão grave ato. Vou protocolar representação junto ao Ministério Público do Estado do Acre para abertura de inquérito civil, e posterior propositura de ação penal pelo crime de ameaça. Também solicitar formalmente que o Comando do Exército no Acre investigue a postura do militar em questão, e encaminhar este material ao Ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Morais, que investiga os atos contra o estado democrático de direito”.

Racionalidade 

O petista apela, ainda, “Ao governo do Estado, para que adote providências junto às forças policiais, no sentido de garantir a integridade e segurança das pessoas que vão participar do protesto pacífico marcado para acontecer neste sábado em Rio Branco”. Aduz que “Esse tipo de comportamento odioso fere a Constituição Brasileira e representa grave ameaça ao estado democrático de direito e a liberdade de expressão. É inaceitável!” 


imagem1

Chamada geral 

Ontem pela manhã, 22, o governador Gladson Cameli fez uma reunião de trabalho com os titulares das secretarias de Estado de Saúde (Sesacre), de Estado de Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra), da Fazenda (Sefaz) e do Planejamento (Seplag), tendo como pauta a conclusão, o mais rápido possível, das obras de três importantes unidades de saúde do estado.

Urgência

Preocupado com a evolução negativa de casos do novo coronavírus e também a ocupação de leitos e óbitos em decorrência da Covid-19, o chefe do Executivo pediu celeridade na conclusão das obras do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), Hospital Dr. Abel Pinheiro, em Mâncio Lima e Hospital João Câncio Fernandes, em Sena Madureira.

Reconhecimento 

Sobre a reunião de trabalho, o secretário de saúde, O secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene, foi sucinto: o governador tem se esforçado para garantir que as obras sejam entregues dentro do prazo. “A reunião foi bastante produtiva, principalmente para resolver entraves burocráticas e dar foco na agilidade. Sabemos das dificuldades e desafios que a saúde implementa todos os dias, mas temos um governador sensível e extremamente humano com um olhar carinhoso em garantir recursos e assistência à saúde, tendo colocado toda a sua equipe a disposição da Secretaria de Saúde em prol de preservar e salvar vidas”, ressalta Bestene.

Recrudescimento 

Ainda ontem pela manhã, o governador Gladson Cameli anunciou que irá decretar medidas preventivas mais drásticas no estado. Ele decidiu que o toque de recolher será das 22 h às 6 hs, a ser colocado em prática já na próxima segunda-feira (25) em todo o Estado.

Bom senso 

“Estou determinado o toque de recolher das 22 às 6h. Iniciamos um processo de vacinação, mas no momento ainda não temos imunizantes para todo mundo. Por isso, precisamos tomar essa medida mais drástica. Não vamos medir esforços para combater esse vírus”, declarou.

Cooperação

Segundo o chefe do executivo estadual, o motivo é a falta de cooperação por parte da população em respeitar as medidas de prevenção. “A sociedade não levou a sério. Precisa do apoio de todos. Quero dizer ao comitê: solte o decreto. Isso não é retaliação. não. É um alerta para tomarem os cuidados”, ressaltou.

Sem folia 

Além disso, o governador jogou um balde de água fria nos planos dos foliões do Acre. Segundo ele, o carnaval de 2021 está cancelado. “Não sou doido de permitir que o Carnaval aconteça em meio a tantas mortes”, destacou.

Toque de recolher

Serviços não essenciais, como bares, restaurantes e lanchonetes devem paralisar o atendimento ao público a partir das 22h até 6h da manhã, nos municípios onde as bandeiras permitem a abertura de atividades durante o dia e parte da noite. Serviços de entrega (delivery) estão liberados, além da retirada de produtos nos locais que fornecem os serviços.

Princípios 

As pessoas poderão circular pela cidade, mas não poderão aglomerar, de acordo com o governador. Farmácias 24 horas, além de hospitais e unidades de pronto atendimento seguem com funcionamento normal. A fiscalização será feita por órgãos de vigilância, com o apoio das forças policiais.

Números 

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), através do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), fez anunciar que o Acre registrou ontem, sexta feira, 22, 258 novos casos de infecção por coronavírus , sendo 72 casos confirmados por exame de RT-PCR e 186 por testes rápidos. O número de infectados subiu de 45.729 para 45.987 nas últimas 24 horas.

Balanço

Até a presente data o Acre registra 130.353 notificações de contaminação pela doença, sendo que 83.098 casos foram descartados e 1.268 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 39.095 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 159 pessoas seguem internadas.

Obituário

O Boletim da Secretaria de Saúde revela que mais 2 óbitos foram notificados nesta sexta-feira, 22, sendo todos do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 846 em todo o estado.

Image
Image

logo news2