Poronga

    Verdade verdadeira

    As 110 novas viaturas que foram apresentadas na sexta feira pelo governo do estado são frutos de emendas de ex-parlamentares da bancada federal e atuais integrantes da bancada acreana que entraram em um consenso e alocaram emendas que foram investidos na aquisição desses veículos e de outros que inclusive já estão em circulação no estado. Essa é a verdade!

    Apropriação indébita

    O curiosos é que o Governador Gladson Cameli (PP) e seu vice, Major Rocha (PSDB), não divulgam a origem dos recursos que possibilitaram a aquisição desses veículos, talvez na tentativa de adquirir todo o crédito por algo que não possui suas digitais.

    Má fé

    Diante da ação deliberada da dupla em se apropriar do crédito alheio, o senador Sérgio Petecão (PSD) usou as redes sociais para festejar a chegada das 110 novas viaturas que estarão à disposição do setor de segurança do estado a partir da próxima segunda feira (18) e fazer os esclarecimentos pertinentes a origem dos recursos. Num gesto que enaltece a verdade, o senador parabenizou os envolvidos para que isso pudesse se concretizar.

    Números

    Segundo o senador pessedista, foram R$ 47 milhões de reais oriundo das emendas de bancada e dos esforços dos parlamentares federais que cumpriram mandato até o final do ano de 2018, da atual bancada e, de forma complementar, das equipes do Governo do Estado e do Ministério da Justiça e Segurança Pública, que agiram nas questões burocráticas para garantir o empenho e a liberação dos recursos.

    Pacote

    Além das caminhonetes, os recursos garantiram aquisição de equipamentos como novas armas, fardamento, coletes e vários outros, que, espera-se, beneficiem uma melhoria na qualidade de trabalho das forças de segurança do estado.

    Coisa feia

    A propósito da esperteza de Gladson e Rocha, o ex-senador Jorge Viana, via twitter, fez referência ao descontentamento expressado pelo Senador Sérgio Petecão e também reposicionou a verdade: "Lamentavelmente vivemos esses tempos... bocado comido, bocado esquecido! Alguns esquecem que outros serviram de escada, né? Vida que segue...Gladson não divulga de onde veio as 110 novas viaturas para ganhar o crédito".

    O reino do esperteza

    Comentando a postagem de solidariedade de Viana aos reais subscritores das fontes dos recursos e o culto à verdade, um seguidor do petista reverberou Miguel de Cervantes: "a ingratidão é filha da soberba"; No que foi complementado por Jorge Viana: "E a maldade está sempre grávida!".

    marcha.jpg

    Cala boca

    Em mensagem enviada ao deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) em fevereiro último, quando se diz profundamente decepcionado com Jair Bolsonaro, o pastor Silas Malafaia conta que o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, teria procurado a mando do capitão o ex-senador Magno Malta e oferecido a ele o cargo de presidente do Conselho do Sesi, com um salário de R$ 60 mil.

    Boca rica

    “A última, se você não sabe, o Bolsonaro mandou Onyx chamar Magno. Magno deixou ele uns dois dias atrás dele como um louco. Depois do segundo dia, no final: ‘olha eu tô aqui com uma missão do presidente, nomear você, uma coisa muito boa, nomear você como presidente do conselho do Sesi, R$ 60 mil de salário, movimenta bilhão…”, narra Malafaia, dizendo que Magno recusou a oferta.

    Esnobando

    “Aí o Magno disse para ele – essa foi linda -: Onyx, eu não tô atrás de emprego. Fala para o presidente que eu não tô atrás de emprego, fala para o presidente que o Deus que me sustentou até aqui, vai me sustentar por toda a minha vida. E fala para o presidente que Magno Malta e Silas Malafaia nunca vão falar mal dele em mídia e nem jogar contra. E se ele precisar de oração, conte com nós dois”, diz Malafaia, ressaltando que a resposta de Magno “deu na canela com força”.

    Decepção e negociatas

    Magno Malta e Silas Malafaia foram os principais articuladores da campanha de Jair Bolsonaro junto ao eleitorado evangélico. No áudio, enviado a Alexandre Frota, Malafaia confidencia ao ex-ator estar “profundamente decepcionado” com Jair Bolsonaro. O pastor ainda diz que foi Michel Temer, juntamente com Onyx Lorenzoni, quem indiciou o ministro da Cidadania, Osmar Terra.

    Merecimento mútuo

    “Sinceramente, Frota, eu como jamais vou usar nem minha mídia, nem nada para falar mal de Bolsonaro, nem nada, porque eu não vou dar mole para esses esquerdopatas… Mas estou profundamente decepcionado, irmão”, disse Malafaia.

    Reforma da maldade

    Corre nas redes sociais "Alerta Geral' postado por servidores públicos que abordam a reforma previdenciária proposta pelo governo Gladson Cameli. Diz o texto: "É legítima a luta dos sindicatos e servidores contra a Reforma da Previdência proposta pelo Governador Gladson Cameli. É uma luta sem partido, sem politicagem. A mídia governamental tenta vincular nossa luta ao PT. Não é verdade. O movimento é nosso, dos prejudicados com a proposta do senhor Governador. Maléfica e injusta ao nosso direito de aposentar. Está tirando nosso direito na porta da aposentadoria".

    Histórico

    E segue: "Nossa luta tem avanços; abrimos o caminho para dialogar. Não podemos pagar uma conta que não é nossa. Vejam de quem é a culpa do rombo tão falado por deputados e governo:

    • De 94 a 96 não houve pagamento da parte do governo;

    • Em 96, por meio da Lei Complementar 52, o governador ORLEIR CAMELI retirou do fundo e esqueceu do empréstimo

    • De 96 a 2005 quando foi criada a Acreprevidência todo desconto ia para os cofres do Tesouro do Estado e o governo Jorge Viana não depositou nada na Acreprevidência. A culpa do rombo é dos governantes. Agora o Gladson Cameli quer tirar nossa aposentadoria. Antes do jogo encerrar, muda as regras do jogo.

    Esmiuçando a reforma

    Diz ainda o manifesto: "Veja o que tem nesse projeto de lei:

    • Diminuição de 50% do valor das pensões por morte;

    • Vai reduzir os salários da aposentadoria em 40%;

    • Aumenta nossa idade para 62 mulheres, 65 homens - funcionários;

    • Aumenta a idade para 57 anos as mulheres e 60 homens - professores;

    • Tempo de serviço de 30 para mulheres e 35 anos para homens- funcionários;

    • Acaba com a paridade e integralidade, aposentar com últimos salários;

    • Acabara com nosso reenquadramento".

    Mais maldades

    • Acaba com o cálculo das maiores contribuições para aposentar;

    • Cobra o pedágio de 100% no tempo que faltar para aposentar-se;

    • Integralidade de 100% da média da contribuição somente com 40 anos de contribuição;

    • Acaba com aposentadoria pôs dois anos de licença médica;

    • Acaba com aposentadoria proporcional.

    • Fim da licença prêmio;

    • Fim do auxilio funeral;

    • Fim da sexta parte"

    Mexa-se

    E finaliza: "Essa Reforma é ilegal, pois não está cumprindo com a obrigatoriedade legal exigida para a Reforma: Não foi aprovada pelo Conselho do Acre Previdência, não apresentou o cálculo financeiro atuarial do impacto de arrecadação com a Reforma proposta para aprovação. Não podemos aceitar essa Reforma. É hora de fortalecer a luta. Já tivemos grandes avanços não permitindo até agora ser aprovada com os poucos que estiveram na luta. Agora é a vez de quem não está fazendo a luta vir para o movimento de pressão. Vamos fechar todas as ESCOLAS DO ESTADO. Sair do comodismo no local de trabalho. Saia das quatro paredes do seu local de trabalho e venha lutar pela nossa aposentadoria. Todos juntos somos fortes".

    Image
    Image