Pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes crescem 45% em rodovias do Acre

Rodovias federais do Estado têm 11 pontos vulneráveis de exploração sexual de crianças e adolescentes – Foto: Divulgação PRF/AC

Dados de um levantamento feito pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), divulgados nesta semana, mostram que a quantidade de pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes cresceu 45% nas rodovias federais do Acre.

O comparativo é feito em relação aos anos de 2013 e 2014, quando o estado tinha seis pontos vulneráveis e entre 2017 e 2018, quando subiu para 11. O estudo é feito, através do projeto mapear, em parceria com a Childhood Brasil e monitora todos os estados da Federação.

Segundo o levantamento, os locais mais propensos são postos de combustíveis, bares, casas de show, pontos de alimentação e de hospedagens nas duas rodovias federais que cortam o estado, as BR’s 364 e 317.

Ainda conforme a PRF, em 2018, uma criança em situação de exploração sexual foi resgatada em um destes pontos.

O projeto mapear ocorre somente nas rodovias federais e aponta que em todas as regiões do país, as maiores incidências estão na zona urbana. A hipótese é de que a localização facilita o acesso e a movimentação de pessoas.

A região nordeste é a mais crítica, em relação as outras e aparece em primeiro lugar na tabela com 644 pontos de locais vulneráveis.

Portal G1/AC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *