Política

    No primeiro Fale com o Governador do ano, Gladson parabeniza gestão e prevê avanços para 2020

    Fazendo uma análise sobre o primeiro ano de sua gestão, o governador Gladson Cameli considera que encerrou o ano melhor do que o previsto. Considerando as limitações financeiras no ano de 2019, a gestão conseguiu renegociação de dívida, linhas de créditos com os bancos e investimentos.

    “Eu falei em todas as minhas entrevistas que eu fechei o ano com chave de ouro e se quiserem acrescentar uma de diamante podem acrescentar, porque foi dessa forma”, destaca o governador.

    Sobre esses avanços, ele pontua que muito já foi feito, inclusive ações que no planejamento de governo estariam previstas para o penúltimo ano do mandato.

    “Nós conseguimos 100% da renegociação de dívida, recursos para novas obras, mais linhas de crédito e diminuição da taxa de juros”, conta Gladson.

    Segundo o gestor, a previsão para 2020 é o investimento de aproximadamente 1 bilhão em recursos para obras de infraestrutura.

    “Eu comecei a escrever a quantidade de recursos que vamos ter para obras de infraestrutura neste ano de 2020 e, pelas minhas contas, nós já estamos chegando a um bilhão. Habitação, anéis viários e aeródromos, ramais, pontes, agora tudo que for oficializado e mostrado pra sociedade, vai ser iniciado. Aquele decreto para concluir as obras inacabadas, independente de qualquer situação é dinheiro público. Só o fato de gerar empregos e dar uma mexida na economia, já é algo positivo”.

    Sobre o trabalho desenvolvido no ano de 2019 pelos gestores de cada secretaria e instituição estadual, o governador fez seu agradecimento.

    “Se no ano passado já conseguimos muita coisa, quero agradecer à toda a equipe do governo. Agradecer porque foi com esse empenho e com essa dedicação, sem dinheiro, com pouco e fazendo muito. Então é sinal que a equipe está com compromisso”, destaca o governador.

    “Enxuguei a máquina, realinhei as contas, pagando em dia e sobre a questão dos pequenos , médios e grandes negócios a política do governo foi acabar com a burocracia e deixar trabalhar quem quer trabalhar e investir no nosso estado”, acrescenta Gladson.

    Economia em 2019

    Sobre as mudanças administrativas realizadas em 2019 Gladson explica que toda equipe e toda empresa sempre precisa receber ajustes e no governo não é diferente.

    “Estou elogiando a equipe, pois pegamos um governo com outro modo de governar, chegamos com outra forma. A nossa equipe iniciou todo um processo sem dinheiro, sem condições, e com uma reforma administrativa que foi grande, inclusive tive que fazer uns ajustes depois. A economia foi grande, do contrário não conseguiria pagar as contas”, explica o governador.

    Uns dos grandes avanços foram as tratativas para renegociar as dívidas e as linhas de créditos para o Estado, viabilizando novos investimentos para o ano de 2020.

    “Só em uma das renegociações, por exemplo, a do BNDES em uma das operações, nós economizamos R$ 80 milhões. Por que estou tocando novamente nesse assunto? É pra mostrar que quando eu digo que vai ter X para investimento, de onde está vindo, a origem, como e a forma que estamos fazendo”, enfatiza o gestor.

    Investimentos

    Para o governo, inicia-se agora a segunda etapa, que é a execução dos projetos por meio dos ritos administrativos, que incluem licitação, ajustes nos projetos técnicos, para que sejam iniciadas as obras de pavimentação e infraestrutura e no tocante à zona rural, Gladson traz boas notícias:

    “Já temos 115 milhões para melhorias dos ramais e das estradas, vamos começar nos locais que precisam mais, que é onde tem maior número de tráfego. Essa recuperação dos ramais não é um paliativo, de passar somente a máquina. Vai ser feito o serviço de sub-base, base e drenagem, para durar. Inclusive estou economizando para que nos trechos críticos, como as ladeiras, seja pavimentado para que possa dar tráfego de inverno a verão”, expõe o gestor.

    Além deste investimento, o governador conta que já está em processo licitatório a compra de 50 milhões em máquinas pesadas. “Nós vamos regionalizar o Deracre, vamos criar por regiões, montar uma estrutura em cada região para que possamos ir com mais rapidez e eficiência porque a população da zona rural só quer o direito de ir e vir e eu sei do compromisso que tenho com eles”, pontua o governador.

    2020

    Com relação a seus planos de trabalho para este ano, Gladson conta que incluem percorrer os 22 municípios. “Eu vou iniciar todas as obras da minha promessa de campanha, vou mostrar como é que se faz e vou fazer. Se consegui fazer o que fiz no ano passado sem nada, imagina agora com dinheiro”, enfatiza o gestor.

    Geração de empregos

    Para conquistar a confiança das empresas, o governador conta que está sendo feita uma força-tarefa junto com o secretária extraordinário de Assuntos Estratégicos, Thiago Caetano, para que a empresa que está realizando uma obra tenha segurança no pagamento e a empresa entre com a fatura para que o pagamento seja realizado o mais rápido possível.

    “Não quero ver empresas quebrando, quero vê-las crescendo e gerando emprego, porque gerando emprego vou melhorar os índices da segurança. Então é muito fácil criticarem a segurança pública, e não estou dizendo que está mil maravilhas, mas alguém vir dizer que não melhorou também não dá”, expressa Gladson.

    Segurança pública

    Sobre a atuação dos policiais o governador faz elogios aos profissionais que estão atuando para garantir a segurança no estado. “Quero parabenizar a Polícia Militar em nome do coronel Ulisses, e todos os nossos policiais, as pessoas da ponta, a Secretaria de Segurança como um todo. Fui à Gameleira e eles estavam lá em pontos de fiscalização e está certíssima a polícia está na rua atuando”, destaca Gladson Cameli.

    Saúde

    “Quero agradecer ao Alysson, digo que é o menino de ouro, ele está lá se dedicando e sabendo das nossas dificuldades, e eu vou me reunir com todos os secretários e equipe de governo e pedir o apoio à saúde, envolvendo toda a estrutura governamental”, explica o governador.

    Sobre a organização dos médicos para a realização de um mutirão pela vida, o governador enfatiza: “Tudo que for benéfico que envolve vida é caminho, é necessidade, e é ser o mais humano, e o estado andar mais presente é onde entra a nossa gestão e eu peço o apoio de quem está lá na ponta para nos ajudar”, expressa o gestor.

    Canal com a população

    Para ter mais proximidade com a população, Gladson Cameli abraçou a ideia de realizar aos domingos uma live no Facebook para saber dos principais problemas enfrentados pela população.

    O governador encerrou o primeiro programa do ano agradecendo à sua esposa, a primeira-dama do estado, Ana Paula Cameli, por seu trabalho junto à educação, mudando o cardápio e garantindo um reforço alimentar nas escolas do Estado.

    Image
    Image