Política

    Deputada do PSL pede a Bolsonaro violência contra o PT

    A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), forte apoiadora de Jair Bolsonaro, pediu que o presidente coloque nas ruas homens armados contra o PT, para o que ela chamou de "quebra quebra geral", que estaria sendo organizado pelos petistas em janeiro para protestar contra o aumento da tarifa de ônibus.

    "Atenção: em janeiro está previsto aumento de tarifa de ônibus.A associação de coletivos urbanos já está em alerta,pois tem ouvido fortes rumores de que o PT está organizando um quebra quebra geral, nos moldes do Chile. Aliás, @LulaOficial tem pregado isso. GLO neles @jairbolsonaro", postou a deputada no Twitter.

    Por GLO a parlamentar se refere à Garantia da Lei e da Ordem, ações usadas em ocasiões especiais pelas Forças Armadas, como forças de segurança.

    Em outro tuíte agressivo, a deputada do PSL pregou que "o MP deveria pedir a prisão do Lula por incitar o terrorismo", e em seguida chamou o ex-presidente e José Dirceu de "vagabundos" e "terroristas".

    Image
    Image