Política

Política

Líder do Governo diz que oposição faz show com protesto de servidores

O deputado Gehlen Diniz (PP), líder do Governo na Aleac, disse nesta quinta-feira, 7, que cabe à bancada aliada e não aos deputados da oposição conduzir a votação do projeto de reforma previdenciária.

“A base aliada é a maioria, vamos nos reunir e vamos decidir se vota hoje, se vota na próxima semana. a oposição quer impor o ritmo, mas não vai conseguir. Ontem queríamos fazer uma audiência pública, mas a oposição transformou num show”, disse ele.

Gehlen disse que o governo já fez a sua parte ao elaborar o projeto e encaminhar para votação e que agora cabe à maioria dos deputados decidir o momento certo para a votação, lembrando sempre que o governador Gladson Cameli determinou empenho dos parlamentares para corrigir as divergências até alcançar um consenso com os servidores.

Gehlen disse que o Instituto de Previdência do Estado do Acre (Acreprevidência) continua operando graças a uma liminar do Supremo Tribunal Federal, pois está irregular. Sem a certidão de regularidade do Acreprevidência, o Estado do Acre permanece em uma situação de inadimplência como os cidadãos que têm o nome no Serasa. “Por isso é importante corrigir estas irregularidades com a reforma”, afirma.

O líder do governo disse lamentar alguns pontos do projeto, como que prevê aumento da idade mínima para aposentadoria. “Mas é uma necessidade. Nós recebemos o Estado sem sequer condição de pagar os servidores o que não vai acontecer no governo de Gladson Cameli trabalhando com austeridade e responsabilidade, mas as medidas são necessárias”, comentou.

O parlamentar disse que as principais divergências são modificações em benefícios como a sexta parte e a licença prêmio. “Mas isso tudo será discutido com os sindicatos. Quem tiver interesse em discutir estamos abertos”, frisou.

Gehlen informou que a oposição ao projeto do governo limita-se à minoria dos parlamentares e a alguns sindicatos. “Nós já recebemos declaração de apoio de vários sindicatos e associações de servidores como delegados de Polícia, policiais civis, peritos e agentes penitenciários”, informou.


gow banner p20