Política

Política

Rocha representa Governo do Acre na abertura do Festival Yawa

Depois da retomada cultural e espiritual do povo Yawanawa, o Festival que acontece todos os anos na Terra Indígena no Alto Rio Gregório se tornou uma atração internacional. Centenas de visitantes de várias partes do mundo participam do evento que acontece no coração da floresta.

Na sua 17ª edição, o Festival Yawa tem o apoio do governo do Estado em parceria com o Sebrae.

O governador em exercício, Major Rocha, participou da abertura do evento indígena neste final de semana, na Aldeia Sagrada do povo Yawanawa, no município de Tarauacá. Ele foi recebido às margens do rio Gregório pelo Cacique Biraci Brasil, que comemorou a presença de um representante da nova gestão estadual num momento de importante celebração cultural de sua etnia.

A liderança Yawanawa agradeceu a presença da comitiva governamental, que além de Rocha e sua esposa Selma, era integrada pelo deputado estadual Luiz Gonzaga e o gerente do Sebrae regional, Jairo Negreiros.

“É uma alegria receber o governador em exercício e os seus acompanhantes na Aldeia Sagrada. Esse é um sinal de que o novo governo do Acre e os nossos povos indígenas têm caminhos para desenvolver parcerias em benefício da nossa população”, salientou Biraci.

Major Rocha exalta a importância do evento para o estado

“Esse festival mostra a riqueza e a diversidade do povo acreano. Uma festa indígena conhecida internacionalmente, que mostra a riqueza cultural do Acre. Ao chegar aqui pude ver pessoas de diferentes países da Europa, dos Estados Unidos e outros estados brasileiros. Estou aqui como representante do governador Gladson Cameli porque não poderíamos estar fora de um evento dessa importância”, disse Major Rocha.

Cacique Biraci explica o que representa o festival para o seu povo
“Pela primeira vez estamos fazendo essa celebração na nossa terra ancestral. Foi na Aldeia Sagrada que os Yawanawas fizeram o contato com os brancos há muito tempo atrás. Aqui está viva a história do nosso povo desde antes da chegada de Cristóvão Colombo e Pedro Álvares Cabral nas Américas. Poder receber pessoas de outros continentes para mostrar a nossa cultura espiritual é motivo de muita alegria para todos nós”, afirmou.

O gerente regional do Sebrae, Jairo Negreiros, ressaltou que o etnoturismo é uma atividade econômica com enorme potencial para gerar emprego e renda aos acreanos.

“Essa atividade movimenta todo o trade turístico regional. Gera oportunidades para hotéis, profissionais ligados aos transportes, restaurantes, entre outros. Ressalto ainda a importância da parceria entre o Sebrae e o governo do Estado para a colaboração com iniciativas como o Festival Yawa”, declarou Jairo.

O Festival Yawa que teve início na sexta, 25, seguirá com suas apresentações culturais e espirituais até o próximo dia 30 de outubro.


gow banner p20