Major Olímpio revela que Onyx mandou governo abandonar Moro

O senador Major Olímpio (SP), líder do PSL, disse que nesta sexta-feira (10) que o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, orientou aliados a “deixar para lá” a votação da medida provisória (MP) da reforma administrativa que transfere o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça para o Ministério da Economia.

A informação do senador vem pouco depois de uma entrevista do deputado federal Luiz Lima (RJ), também do PSL-RJ, partido de Jair Bolsonaro, em que afirma ter sido ‘chantageado’ por deputados do chamado centrão durante a discussão sobre o destino do Conselho de Controle de Atividades Financeira (Coaf) em que prometeram apoiar Previdência se o órgão permanecer no Ministério da Economia.

De acordo com reportagem do G1, a assessoria de Onyx Lorenzoni informou que ele só comentará o caso após a votação da medida provisória no plenário.

O texto que transfere o Coaf para as mãos de Guedes foi votado em uma comissão mista, ou seja, com deputados e senadores, nesta quinta (9). A mudança ainda precisa passar pela votação em plenário da Câmara e do Senado.

“Os deputados do PSL reagiram indignados à orientação de Onyx Lorenzoni, chefe da Casa Civil, para que deixassem para lá e deixassem votar em plenário a medida provisória do jeito que estava. […] Os deputados do PSL, de forma muito acertada, se reuniram, pediram uma reunião com o presidente e tiveram a solidariedade do presidente. […] É preciso que a articulação política do governo tenha e cobre posicionamento de quem diz que está com o governo e sai arrebentando o governo”, afirmou Major Olímpio.

O presidente Jair Bolsonaro defende a permanecia do Coaf com seu ministro Sergio Moro.

Fonte: Brasil 247

Lula: Bolsonaro é um doente que acha que os problemas do Brasil se resolvem com armas

O início do mandato do presidente Jair Bolsonaro foi “desastroso”, na avaliação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele deu a declaração em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, programada para ser transmitida pela BBC Mundo na noite desta sexta-feira 10. O vídeo foi transmitido na página do deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) no Facebook.

“Eu acho que ele tem um início de mandato extremamente desastroso. A impressão que eu tenho é que ele não sabe lé com cré. Um doente, acha que os problemas do Brasil se resolvem com armas. Os problemas do Brasil se resolvem com livros, com escolas”, declarou Lula na entrevista.

Sobre o processo que o condenou à prisão, onde está desde 7 de abril de 2018, em Curitiba, afirmou: “Esse maldito apartamento, se ele é meu, ele tem que ter um documento, um contrato, tem que ter um pagamento”, diz. “A única coisa que me interessa é a minha inocência e por ela eu vou brigar por ela até os últimos dias da minha vida”.

Fonte: Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *