..::data e hora::.. 00:00:00

Saúde

Em 48 horas, Acre confirma 13 vítimas fatais da Covid-19 e número de mortes sobe para 821

Mais sete mortes foram registradas no boletim desta quinta-feira (7). Atualmente, 1.093 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux.

No dia em que o Brasil contabilizou 200 mil mortes pela Covid-19, o Acre confirmou mais sete óbitos pela doença, o número de vítimas fatais chegou a 821 em todo estado. O boletim da Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre) desta quinta-feira (7) trouxe ainda 100 novos casos, sendo 99 exames de RT-PCR e 1 testes rápidos. Em 48 horas, foram, no total, 13 óbitos. O número de infectados subiu de 42.378 para 42.478.

O número de exames aguardando análise é de 1.093. Pacientes que receberam alta são 37.712 e 116 seguem internados.

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência de 4.858,0 casos para cada 100 mil habitantes e a de mortalidade é de 93,9 para o mesmo grupo. Já a letalidade está em 1,9%.

Dos 65 leitos de UTI nos hospitais da rede SUS disponibilizados, 37 estão ocupados, uma taxa de 57%. Os leitos de UTI estão concentrados em Rio Branco, com 55 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 10.

Mortes

Dentre as sete vítimas estão duas mulheres e cinco homens. Sendo quatro moradores de Rio Branco, um de Brasiléia, um de Feijó e um de Acrelândia.

  • Rio Branco

A primeira morte que aparece é um homem de 55 anos. Ele deu entrada no dia 24 de dezembro no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) e faleceu na terça (5).

O segundo óbito é um idoso de 62 anos. Ele deu entrada no dia 26 de dezembro no Into-AC e faleceu na terça (5).

A terceira morte é um idoso de 68 anos. Ele deu entrada no dia 17 de novembro no Into-AC e faleceu no dia 26 de novembro.

O quarto óbito é um idoso de 70 anos. Ele deu entrada no dia 23 de dezembro no Into-AC e faleceu na quarta (6).

  • Acrelândia

A quinta morte é um jovem de 26 anos. Ele deu entrada no dia 28 de novembro na Prontoclínica, em Rio Branco, e faleceu no dia 1º de dezembro.

  • Feijó

O sexto óbito é uma idosa de 70 anos. Ela deu entrada no dia 5 janeiro no Hospital Geral de Feijó e faleceu no mesmo dia.

  • Brasileia

A sétima vítima que aparece no boletim desta quinta é uma idosa de 73 anos. Ele deu entrada no dia 30 de dezembro no Pronto-socorro de Rio Branco e faleceu no dia 2 de janeiro.

Números

Das 821 mortes registradas, 532 apresentavam algum tipo de comorbidade, segundo a Saúde, e 289 das vítimas não tinham outras doenças. Do total de mortos, 495 eram homens e 326 mulheres. Do total de vítimas, 580 tinham acima de 60 anos.

O Acre registra 120.546 notificações de contaminação pela doença, sendo que 76.975 casos foram descartados.

Maiores taxas de contaminação a cada 10 mil habitantes:

Assis Brasil - 1.027

Xapuri - 960

Mâncio Lima - 699

Tarauacá - 675

Manoel Urbano - 603

Santa Rosa do Purus - 593

Image
Image

logo news2