Polícia

    Suspeito de matar adolescente de 17 anos com quatro tiros é preso em Rio Branco

    Kayra Vidal foi morta em abril do ano passado e o suspeito preso na quinta (23), no Ramal da Zezé, em Rio Branco

    Após mais de um ano, a Polícia Civil do Acre conseguiu prender um dos suspeitos de matar a adolescente Kayra Vidal Lima, de 17 anos. A menor foi assassinada com quatro tiros no dia 7 de abril do ano passado, na Rua Tarauacá, bairro Belo Jardim II, em Rio Branco.

    A polícia informou na época que Kayra foi assassinada após mudar do bairro Panorama para o Belo Jardim e receber ameaças de morte.

    A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e o Núcleo de Capturas (Necap) prendeu o suspeito de 27 anos no Ramal da Zezé, que fica no bairro Belo Jardim, na quinta-feira (23).

    O outro investigado na morte de Kayra foi morto durante uma tentativa de assalto dias depois do crime. Elias Justino foi morto quando um policial à paisana reagiu ao assalto e atirou.

    “O que prendemos ontem [quinta, 23] estava foragido desde a época do crime. Ele confessou participação. Cumprimos um mandado de prisão contra ele.

    O delegado que investiga o caso, Martin Hessel, explicou que o inquérito do caso já foi concluído e enviado para a Justiça do Acre. As investigações apontaram duas possíveis motivações para o crime.

    “Uma foi trazida pelas testemunhas, que diz que quem matou era de uma facção, ela de outra e foi morar no bairro de uma outra facção. A outra diz que ela namorou com o adolescente que morreu [na tentativa de assalto], e ficou com outra pessoa. Mas, essa última é muita fraca e foi dada pelo autor. Para nós, a mais forte é essa de que ela era de outra facção”, acrescentou.

    Hessel afirmou ainda que o suspeito preso deu a munição e auxílio para o adolescente matar Kayra. O jovem tem participação por tráfico, receptação e outro crime que a polícia investiga, mas não pode revelar qual é para não atrapalhar as investigações.

    Image
    Image
    Image

    logo news2