Polícia

    Nº de apreensões de cigarros contrabandeados em rodovias no AC cresce 15 vezes em um ano

    Dados são de 1º de janeiro a 16 de março deste ano com o mesmo período do ano passado. Reforço na fiscalização contribuiu para aumento das apreensões

    O número de apreensões de contrabando de cigarro aumentou 15 vezes no período de um ano. O dado foi confirmado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF-AC) e compara 1º de janeiro a 16 de março deste ano com o mesmo período do ano passado.

    No ano passado, foram 575 pacotes de cigarro apreendidos, enquanto que este ano esse número saltou para 8.656 – um aumento de mais de 1.000%, 15 vezes maior do que no ano passado. O porta-voz da PRF-AC, Wilse Filho, explica que o aumento nas apreensões é reflexo das fiscalizações que foram intensificadas.

    No começo deste ano, a PRF empossou 33 novos agentes, fazendo, inclusive, que o posto de Xapuri voltasse a funcionar em tempo integral.

    “Foi um conjunto de vários fatores, inclusive, treinamento e também os novos policiais. A gente recebeu mais policiais e, em virtude disso, a quantidade de apreensões tende a ser maior, visto que temos mais mão de obra, além do treinamento e capacitação”, reforçou Filho.

    São considerados produtos de contrabando todos que, de acordo com a legislação, não podem entrar em território brasileiro. O que é diferente do descaminho, quando o produto tem autorização para entrar no estado, mas não tem nota da Receita Federal.

    A última apreensão de pacotes de cigarros contrabandeados foi na segunda (16), quando a equipe da PRF abordou um carro que saía da fronteira com a Bolívia e transportava 499 pacotes de origem estrangeira. O motorista de 27 anos, a mercadoria e o veículo foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal (DPF), em Rio Branco (AC), para os procedimentos legais.

    Image
    Image
    Image

    logo news2