Polícia

    Bombeiros encontram corpo de bebê indígena de 11 meses que se afogou em rio no interior do Acre

    Corpo foi achado a cerca de 50 minutos de navegação do local onde aconteceu afogamento. Bebê estava desaparecido desde a noite de quarta-feira (29) e foi encontrado na sexta (31)

    Após cerca de 38 horas, o Corpo de Bombeiros encontrou o corpo do bebê indígena, Rodrigo Kulina, de 11 meses, que estava desaparecido desde a noite de quarta-feira (29), no Rio Purus no município de Manoel Urbano, no interior do Acre. A criança foi achada na tarde desta sexta-feira (31).

    A família do bebê dormia em uma embarcação que estava ancorada às margens do rio e, quando acordou, o menino tinha desaparecido, por volta das 23 horas.

    Uma equipe de quatro mergulhadores iniciou as buscas pela criança indígena ao meio dia de quinta-feira (30). Segundo o major Cláudio Falcão, dos bombeiros, o corpo do bebê foi achado em um ponto distante do local do afogamento.

    “Ele estava perto do Seringal Bela Vista. Para se ter uma ideia, isso dá aproximadamente 50 minutos de navegação em embarcação rápida. A gente não tem como precisar a distância em quilômetros, mas não é perto. O corpo dele reflutuou, ou seja, veio para a superfície e assim a equipe que fazia as buscas localizou”, disse o major.

    O nível elevado do rio e a correnteza fizeram com que as buscas fossem ainda mais complicadas. Assim que o corpo foi achado, os bombeiros encaminharam para o hospital da cidade, para os exames cadavéricos e informaram à polícia.

    Image
    Image