Polícia

    PF cerca sede da Prefeitura em Capixaba e deve prender prefeito e assessoras

    Pelo menos 30 agentes da Policia Federal, ocupando 10 viaturas, estão em Capixaba, município distante 97 quilômetros de Rio Branco, desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira ( 26).

    Eles cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão na sede da Prefeitura e em imóveis residenciais da cidade, onde moram assessores do prefeito em exercício Antônio Cordeiro, o ” Joãozinho”.

    As irmãs Rute e Sara Frank, assessoras do prefeito, são as mais visadas. Elas são apontadas com mentoras de um escândalo financeiro com a contratação de servidores que dizem jamais terem prestado um só dia de serviço à municipalidade.

    É o chamado escândalo do “laranjal”, como ficou conhecido o escândalo descoberto por uma comissão de investigação da Câmara de Vereadores e concluída no início do mês com o indiciamento do prefeito e assessores.

    *Contilnet

    Image
    Image