Polícia

    Mulher morre de parada cárdica em Acrelândia; moradores reclamam de demora no atendimento

    Uma mulher identifica por Noemia Cordeiro Coelho a principiou morreu de parada cardíaca, o fato aconteceu na tarde segunda-feira 23, no bairro Portelinha em Acrelândia.

    Segundo O esposo da Mulher, Seu Geraldo, ao chegar em casa do trabalho por volta das 17:00 horas, a mulher se encontra bem, minutos depois começou a passar mal, e caiu no chão, o mesmo pediu para um vizinho chamar atendimento médico

    Segundo Paulo vizinho da vítima, ligou para o Samu, mas a resposta foi negativa por parte da atendente que afirmando que não poderá ir até o local momento, pois a unidade mista estava sem o veículo no momento

    Segundo ele, ligou por diversas vezes, mas a resposta era negativa para prestar o socorro à vítima. Segundo os moradores do Bairro, o atendimento sou chegou depois de quase uma hora.

    Após o serviço de urgência do SAMU chegar ao local só puderam constatar o óbito da vítima preliminarmente como parada Cardíaca.

    Populares afirmaram que o atendimento demorou eles pediram providências.

    Image
    Image