Polícia

    Dois são presos no Acre por envolvimento em superfaturamento de obras da BR 364

    A Operação Mão Dupla, que foi deflagrada pela Polícia Federal em Rondônia, nas primeiras horas desta

    quarta-feira (10), chegou ao Acre. A assessoria de imprensa declarou ao ContilNet que foram cumpridos 2 mandados de prisão e um mandado de busca e apreensão na região do Alto Acre.

    De acordo com a PF, todas as prisões ocorreram no município de Brasileia. No entanto, o nome dos envolvidos são mantidos em sigilo, como norma da instituição.

    A Polícia Federal informou ainda que a empresa acusada do esquema de corrupção é a construtora LCM Construção e Comércio S/A, que mantinha sede em Rondônia.

    Os suspeitos estão envolvidos no superfaturamento, em contratos de manutenção e conservação na BR-364. Os contratos foram firmados entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e a empresa investigada com valor total superior a R$ 186 milhões.

    A Operação Mão Dupla efetuou ao todo sete mandados de prisão preventiva e 10 de buscas e apreensão contra suspeitos de Rondônia e do Acre. Os presos por parte do estado do Acre foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Epitaciolândia.

    Agência Contilnet

    Image
    Image