Jovens de baixa renda têm oportunidade em projeto que busca talentos em artes marciais

Grupo participou do campeonato estadual de Taekwondo e conquistou sete medalhas de ouro – Foto: Jocirley Souza/Arquivo pessoal

Mais de 30 crianças, jovens e adolescentes de famílias carentes da cidade de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, a 648 km de Rio Branco, capital do estado, participam de um projeto social que tentar descobrir talentos em artes marciais. O grupo participou do campeonato estadual de Taekwondo e conquistou sete medalhas ouro.

A academia Black Felt de Taekwondo inciou as atividades em 2015, e há dois anos passou a incentivar, por meio de uma parceria com a Academia Náuas Combat, que desenvolve o projeto Campeões em Ação, a participação de jovens, crianças e adolescentes nas artes marciais.

Um dos coordenadores do projeto, Jocirley Souza diz que a ideia inclui um grupo de instrutores que decidiram se unir para dar oportunidade aos jovens de baixa renda.

– Nosso projeto começou com a finalidade de criar oportunidades para os jovens que, muitas vezes, não têm nenhuma perspectiva na vida. Preparamos eles não apenas para o esporte, mas mostramos que devem ser campões na vida. Seja na escola, na família ou em qualquer outro meio social. Exigimos isso deles. É tanto que temos nossa disciplina para aqueles que não tiverem um comportamento exemplar ou não apresentarem bom rendimento escolar – conta Souza.

Depois de vários meses treinamento, a academia de Cruzeiro do Sul participou do Campeonato Acreano da modalidade, em Rio Branco, no dia 26 de maio. O resultado obtido é bastante comemorado: sete medalhas de ouro.

Entre os campeões está Ivaniel Silva, que considera a conquista a realização de um primeiro sonho.

– Estou muito feliz com esse sonho realizado. Nunca imaginei que pudesse conquistar o título, mas já estou ansioso para os próximos desafios – afirma.

Entre as oito equipes que participaram da competição, a que mais conquistou medalhas foi a de Cruzeiro do Sul. O desempenho rendeu ainda o apoio da Federação de Taekwondo Acreana (Feteac). Os atletas agora se preparam para participar de uma nova competição, desta vez em Rondônia.

– Nosso desafio agora é levar a equipe para o Open Norte, em julho, em Rondônia, e ter também resultados positivos. Depois sonhamos com o Grand Slam no final do ano para concorrer às vagas na Seleção Brasileira – conclui Jocirley Souza.

Globoesporte.com/ac

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *