Política

Política

Diretor da Energisa depõe na CPI, não convence e é chamado de abiúdo

O depoimento à CPI da Energia do diretor técnico e comercial da Energisa em Rio Branco, Ricardo Xavier, foi considerado desrespeitoso e omisso.

Os deputados que compõem a comissão não ficaram convencidos de seu argumento e ainda o chamaram de abiúdo, tratamento dado aos arrogantes e prepotentes entre outros sinônimos no Dicionário Informal da Língua Portuguesa.

De acordo com Xavier, a Energisa não promoveu nenhum reajuste, tendo praticado apenas as tabelas determinadas pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). “Não existe aumento. A tarifa é a mesma da bandeira tarifária da Aneel. Foi bandeira amarela em julho, vermelha em agosto e agosto foi muito quente, o que é normal, a pessoa usa mais ar-condicionado, mais bebedouro, mais a geladeira e isso reflete no consumo. A redução da tarifa depende do consumo consciente de cada um. Você tem que controlar o seu consumo”, argumentou.

O deputado Roberto Duarte (MDB) reagiu indignado: “colocam a culpa do aumento no intenso calor destes dias, mas esquecem que passamos este calor todos os anos uma vida inteira. Não tem explicação a não ser a provável fraude nos medidores e vamos investigar isso”, comentou, solicitando o apoio da população no sentido de que procurem um órgão de defesa do consumidor e ajuízem uma ação contra a Energisa. Duarte informou que a estratégia é juntar o maior número de ações para mostrar ao Acre e o Brasil que os consumidores são explorados pelas empresas distribuidoras de energia.

Ações

O deputado Edvaldo Magalhães (PC do B) ironizou outro argumento do diretor Ricardo Xavier lembrando que a empresa não registrou nenhum aumento no índice de reclamações contra o aumento pelo telefone 0800. “Todo o Acre está reclamando. Este mês foi atípico com majoração na taxa média de tarifas para todos os consumidores. Dizem que isso é por conta do calor, o que não convenceu ninguém. Estamos convencidos de que a Energisa quer matar sua galinha de ovos de ouro, pois o consumidor deixa de pagar quando não tem condições. Estamos fazendo um pacto com a Defensoria Pública e a OAB para entupir a empresa de ações judiciais”, avisou.

Sempre calado, até o deputado Chico Viga exercitou sua ironia, dizendo que o diretor da Energisa foi até muito gentil em suas respostas à imprensa se comparado com seu comportamento diante das perguntas dos deputados. “Lá ele estava desrespeitoso e arrogante o tempo todo e deixou muitas perguntas sem respostas”, observou Viga. Por esta razão, o deputado Edvaldo Magalhães aconselhou Ricardo Xavier a ser menos abiúdo quando for convocado para depor novamente. “Ele não deve ser tão abiúdo diante de um povo tão acolhedor como o acreano!”, disparou o deputado comunista.


gow banner p20