Política

Política

Vereador quer policiais à paisana nos ônibus

O vereador João Marcos Luz (MDB) utilizou a tribuna da Câmara Municipal nesta terça-feira, 17 de setembro, para informar que encaminhou um ofício ao secretário estadual de Segurança Pública, Coronel Paulo Cézar, sugerindo ao Governo do Estado reforçar a segurança

dos trabalhadores e usuários do transporte público coletivo de Rio Branco a partir de operações com policiais à paisana em ônibus. O emedebista ainda lamentou a omissão da Prefeitura mesmo com as constantes ocorrências. 

"Semana passada cobrei no Plenário desta Casa Legislativa atitudes do Governo do Estado e da Prefeitura em relação aos frequentes assaltos no transporte coletivo. Não obtive resposta. São 70 mil pessoas que precisam usar os ônibus para se deslocar e estão com medo porque estão sendo assaltadas e humilhadas por bandidos. É necessário colocar policiais à paisana nos ônibus de forma urgente. Fui gerente da maior empresa de ônibus da cidade, há dez anos, e teve algo parecido, mas nós agimos. Em São Paulo e em Curitiba os governos tomaram atitude. A inteligência da polícia do Acre sabe os pontos críticos, sabe onde a bandidagem está. A partir do momento que o Governo do Estado anunciar que terão policiais à paisana em ônibus, o bandido vai ficar com medo e vai parar de assaltar porque não vai saber se tem policial no coletivo", ressaltou. 

Luz acredita que a medida de reforçar a segurança dos ônibus com policiais à paisana vai diminuir os roubos a trabalhadores e usuários.

"Não tem como colocar dupla em todos os ônibus, mas dá sim para Polícia Militar realizar operações em determinadas linhas. Não há condições de ter mais de 70 mil pessoas com medo. São pessoas que precisam diariamente do transporte público. Estas pessoas não podem ser humilhadas. Liguei para o secretário de Segurança Pública e o secretário de Articulação Institucional. Não fui atendido, então houve uma orientação do Governo do Estado para que eu pudesse oficializar minha sugestão. Já Protocolei o ofício nas duas secretarias sugerindo policiais à paisana em ônibus. Nos últimos dias, é o terceiro assalto só na linha do Universitário. O Poder Público tem que agir. A Prefeitura segue omissa, sem iluminar a cidade e implantar 100% de bilhetagem eletrônica. Eu queria que a Prefeitura se pronunciasse. Não podemos permitir que bandidos continuam agindo. Sou aliado do Governo do Estado, entretanto, faço críticas quando necessárias. Não é possível que nas diversas reuniões realizadas não tornem efetivas as decisões tomadas. Não dá pra ter só números. Peço que o Governo do Estado trate bandido como bandido e trabalhador como trabalhador", concluiu o vereador João Marcos Luz.


gow banner p20