Política

Política

Bancada do Acre pede inclusão do Estado no Plano Nacional de Segurança Pública

O deputado federal Alan Rick (DEM) participou na tarde desta terça-feira, 10, de reunião da Bancada do Acre

com o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, General Luiz Eduardo Ramos. A pauta principal foi a inclusão do Acre no Plano Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (PNSPDS). O coronel Ulysses, da Polícia Militar do Acre e hoje lotado na SENASP, também participou da reunião.

A inclusão do Acre no Plano, de acordo com Alan Rick, é fundamental para reduzir a violência ocasionada pela atuação das facções criminosas no estado desde 2012. Por fazer fronteira com a Bolívia e o Peru, o fortalecimento das ações de segurança pública objetiva reduzir a violência e incrementar o combate ao tráfico de drogas em todo Brasil.

“Somos um estado fronteiriço. Estamos do lado do Peru e da Bolívia, em um extenso corredor desprotegido que tem servido para o tráfico internacional de drogas. Infelizmente não temos o apoio necessário das forças nacionais de segurança para proteger nossa fronteira e combater os traficantes, razão pela qual a inclusão do Acre no Plano Nacional de Segurança Pública se faz fundamental”, destaca Alan Rick.

O ministro Ramos deu garantias à bancada de que irá tratar pessoalmente do tema com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, por entender que cuidar do Acre é cuidar do povo brasileiro. Ele se comprometeu também a priorizar liberação de emendas de parlamentares acreanos diante da gravidade da situação no Estado. Segundo Ramos, a equipe técnica do Ministério está acelerando a liberação dos restos a pagar de vários ministérios para viabilizar recursos para o estado do Acre o quanto antes.

Os parlamentares acreanos aproveitaram a audiência com o Ministro Ramos para reclamar da não inclusão do Acre na lista das prioridades de implantação de um Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), prometido pelo ministério da Justiça ainda em 2015. Outro tema que foi abordado na reunião refere-se à redução da maioridade penal, que é pauta do governo Bolsonaro e hoje depende da aprovação no Senado. Na Câmara dos Deputados, Alan Rick votou a favor da redução da maioridade penal nos casos de crimes hediondos.


gow banner p20