Política

Política

Petecão contrai bactéria no organismo e vai parar no hospital em Brasília

As constantes andanças do senador Sérgio Petecão (PSD-AC) pelos grotões do Acre podem custar caro ao organismo do parlamentar.

Ele acaba de ser liberado de um hospital em Brasília no qual passou três dias internado com problemas de saúde que foram desde à desidratação quase completa às alterações de taxas que foram capazes de assombrar o serviço médico do Senado, em cujo plenário passou mal e foi socorrido às pressas.

“Quando dei por mim, estava numa ambulância e sendo levado para o hospital”, disse, de Brasília, o senador em telefonemas a amigos em Rio Branco, ao anunciar que, após o susto, já está bem e em casa, mas ainda em tratamento. O senador revelou que só foi liberado pelo serviço médico para ir para casa sob o compromisso de sua esposa, ex-deputada federal Marfisa Galvão, de continuar o tratamento sob o acompanhamento de enfermeiros. A primeira suplente do senador é a ex-deputada Maria das Vitórias (PP).

Sérgio Petecão contraiu uma bactéria cujo nome não foi revelado, que lhe causou uma infecção intestinal, durante uma visita a um seringal do interior do Acre. Nessas visitas, o senador é acostumado a comer dos mesmos alimentos da dieta dos membros das comunidades que costuma visitar, cuja proteína vai desde à carne de macaco, jacaré, jabutis e outros animais.

Disse que, sentiu-se um tanto mal quando deixava o Acre, na segunda-feira passada (2), após visitas ao interior do Acre. Chegou em Brasília e foi direto para o Senado, trabalhar, onde passou mal. Os males, além de calafrios, febres, eram constantes dores abdominais e diarreia constantes. “Não sei o que me fez mal. Só sei que nunca caguei tanto na minha vida”, disse o senador, em tom de gozação, no já conhecido estilo, ao relatar a um amigo como foram os três dias de sua internação. “Posso ficar sem cagar agora até 2020”, acrescentou.

Mas, como ressaltou o próprio senador, não há males que não tragam o bem: graças à diarreia, ele ficou dez quilos mais magro. “Quero me manter assim”, disse.


gow banner p20