Política

    Marcio Bittar recebe escritor e jornalista Lorenzo Carrasco para tratar sobre questões da Amazônia

    O escritor mexicano Lorenzo Carrasco esteve no gabinete do senador Marcio Bittar (MDB), na tarde desta terça-feira (3)

    , em Brasília, para tratar sobre assuntos relacionados à Amazônia. Carrasco também é jornalista e organizador do livro ‘Máfia Verde: o ambientalismo a serviço do governo mundial’.

    A reunião ocorreu a pedido do jornalista, após ter acompanhado as atividades parlamentares do senador em defesa dos povos que vivem na região amazônica. Carrasco estuda a atuação de Organizações Internacionais e Organizações Não-Governamentais na Amazônia há décadas, e participou de diversas palestras, tendo sido ouvido no parlamento em Comissões Parlamentares de Inquérito, como as CPIs das ONGs, realizadas ainda no começo da década de 90 e novamente em 2007.

    Ambos concordam com a triste realidade que aponta para a perda de soberania nacional sobre a Amazônia. Essa situação se dá, principalmente, pela atuação de ONGs internacionais que, há décadas, influenciam governos e populações locais a mando de interesses internacionais escusos.

    “É preciso que o setor produtivo, as Forças Armadas e os governos locais e federal se organizem em prol da população amazônica, trazendo de volta a soberania nacional e, consequentemente, o progresso para a região”, disse Carrasco.

    O senador apontou a possibilidade que o Brasil tem, depois de muitos anos, de retomar o domínio sobre a região, de forma a tirar a população amazônica dos últimos lugares de todos os rankings de desenvolvimento nacional.

    “Pela primeira vez em muitas décadas, temos um governo alinhado com a realidade dos fatos, proporcionando a real possibilidade de começarmos a desfazer as ‘armadilhas’ criadas por forças internacionais e governos anteriores que deixaram a Região Norte refém da miséria e da criminalidade”, disse ele.

    Carrasco e Bittar concordam que é tempo de unir forças, estudar a fundo as questões amazônicas e partir para ações concretas que possibilitem a volta da soberania nacional na região e o progresso para as pessoas que ali vivem.

    Lorenzo Carrasco atuou como jornalista no México, Colômbia, Peru e Venezuela, e é um dos fundadores do Instituto Schiller e do Movimento de Solidariedade América Latina (MSIA). Entre suas obras, está o livro ‘Quem manipula os povos indígenas contra o desenvolvimento do Brasil’.

    Image
    Image