Política

Política

Medicamento em Casa: Socorro Neri lança programa que vai beneficiar mais de 7,7 mil pessoas

A partir de agora os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) da capital acreana vão poder contar com a entrega

de medicamentos em domicílio. O programa Medicamento em Casa foi apresentado nesta sexta-feira, 23, na Policlínica Barral y Barral, pela prefeita Socorro Neri. A atividade faz parte do Complexo Farmacêutico de Rio Branco (Cofam) e vai atender pacientes que utilizam medicamentos ou material médico hospitalar de uso contínuo.

De acordo com a prefeita, neste primeiro momento, a entrega da medicação será dividida em três etapas: inicialmente serão atendidos os pacientes acamados/domiciliados e cadeirantes; na segunda etapa, os portadores de doença de Parkinson, osteoporose e idosos com 65 anos ou mais. Na terceira fase, o programa vai atender portadores de doença renal crônica e idosos com dificuldade de locomoção.

“Essa é mais uma ação da Prefeitura de Rio Branco para cuidar melhor dos nossos pacientes da atenção básica. O programa tem uma equipe coordenada por farmacêuticos que vai entregar na casa desses pacientes, nas datas corretas, essas medicações. Nós temos veículos e motos, devidamente equipados, que serão utilizados para fazer essas entregas”, disse a prefeita.

Ao todo, quando as três etapas fases do programa estiverem contempladas, a estimativa é que mais de 7.700 pessoas sejam beneficiadas. O investimento da Prefeitura é de pouco mais de R$ 150 mil. “Receber o medicamento em casa, ter o acompanhamento profissional para orientar sobre uso desses medicamentos, vai ajudar para que as pessoas tenham maior qualidade e eficiência no seu tratamento”, destacou o secretário de Saúde de Rio Branco, Oteniel Almeida.

Para requisitar a entrega dos medicamentos em casa, os pacientes ou responsáveis devem ir até a Policlínica Barral y Barral portando os documentos de identidade, CPF, cartão do SUS, comprovante de residência, receita médica original, em papel timbrado do médico ou do estabelecimento onde a consulta foi realizada, e que devem constar os seguintes itens: nome do paciente, nome, apresentação e dose diária do medicamento, assinatura e carimbo com o número do CRM do médico e laudo médico atestando a condição do paciente, no caso dos acamados/domiciliados.

Liberdade, autonomia e dignidade humana, dessa forma o cadeirante José Aurismar Silva classificou os benefícios que serão garantidos pelo programa Medicamento em Casa. “Vamos ter a oportunidade de ter acesso aos nossos medicamentos sem ter a dificuldade de sair e ir até a unidade de saúde. Para pessoas que são deficientes, que tem locomoção limitada, isso é um marco, é muito gratificante saber que a prefeita Socorro Neri tem essa preocupação”.

“A Prefeitura de Rio Branco está de parabéns por essa iniciativa inovadora e audaciosa, que vai qualidade de vida para quem está em casa, necessita de tratamento não tem como vir até a unidade de saúde. A prefeita Socorro Neri teve essa consciência, sensibilidade para humanizar essa questão e garantir que milhares de pessoas tenham esse respeito do poder público municipal”, comemorou o presidente do Conselho Regional de Farmácia, João Braz.

Quem também participou do lançamento do programa e disse estar extremamente contente pela forma como a rede municipal de saúde tem sido conduzida foi o vereador Rodrigo Forneck, líder da prefeita na Câmara. “O Brasil inteiro pede uma saúde com mais qualidade e, quando a gente vê uma ação dessas que trata com tanto zelo essas pessoas, é impossível não acreditar que vamos superar este momento tão delicado no nosso país. A cobertura da atenção básica em Rio Branco é quase de 100% e demonstra o comprometimento da prefeita Socorro Neri nas questões mais delicadas e importantes na gestão da cidade mesmo em dias tão adversos na economia e na política”.

Logo após o lançamento do programa, a prefeita Socorro Neri acompanhou a equipe que foi até a casa da cadeirante Patrícia Silva para fazer a primeira entrega de medicamentos. Visivelmente emocionada, ela comentou sobre a importância de uma ação como essa. “É muito difícil sair de casa e ir buscar os medicamentos, agora vai facilitar muito. Antes, além da dificuldade de locomoção, eu sempre tinha que pedir ajuda de alguém para poder ficar com meu filho. Agradeço muito a prefeita e toda a sua equipe por essa iniciativa que vai contribuir demais com a minha vida e de tantos outros pacientes”.


gow banner p20