Política

Política

Gladson apresenta proposta de renegociação de dívida ao presidente do BNDES

Em audiência com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano

, na manhã desta segunda-feira, 29, o governador Gladson Cameli apresentou uma proposta de renegociação de dívida do Estado, o que possibilitará o desbloqueio do repasse de outros contratos junto ao banco, e que possibilitam a execução de dezenas de obras.

O que ocasionou o entrave nos repasses foi um aporte à maior, feito para o governo anterior, no valor de R$ 98 milhões e que, sem a comprovação de aplicação e/ou prestação de contas, foi exigido de volta pelo BNDES. O governo anterior pagou somente duas parcelas de R$ 5 milhões.

Para que os repasses voltem a ser feitos, a dívida deverá voltar a ser paga, porém, nesse sentido, para não apertar o cinto das finanças, em um momento de readequação econômica, é que o governador apresentou o pedido de renegociação. De acordo com a proposta, o Estado do Acre passará a pagar, mensalmente, até abril de 2021, a quantia de R$ 300 mil. De abril de 2021 até junho de 2022, a parcela passa a ser de R$ 5,5 milhões, quando se encerra a dívida.

Acompanhado pela secretária de Estado da Fazenda, Semírames Dias, pelo representante do Estado do Acre em Brasília, Ricardo França, e assessores, Gladson expôs a vontade do Estado em crescer, e os esforços que estão sendo feitos para que a saúde financeira volte à completa normalidade, como está sendo alcançada aos poucos.

Cameli explicou ao presidente do BNDES que, por meio da parceria com o banco, 11 programas estruturantes tiveram início, causando alto impacto social e econômico ao estado, num montante de R$ 2,3 bilhões, investidos em projetos multissetoriais e integrados em todas as regionais, buscando a melhoria dos indicadores de desenvolvimento humano.

“Nossa única preocupação é fazer o Acre desenvolver, sair da estagnação que viveu tantos anos. Queremos promover a geração de emprego e renda para que a população tenha uma melhor qualidade de vida”, salientou o governador a Montezano.

Por sua vez, Gustavo Montezano afirmou que sua equipe vai analisar com urgência o pleito, inclusive com uma análise apurada das potencialidades do Acre, e que uma resposta será dada o mais rápido possível ao governador.

Agência Notícias do Acre


gow banner p20