Política

Política

Equipe do Depasa recebe Márcio Bittar e expõe projetos para emendas parlamentares

O Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) recebeu nesta sexta-feira, 12, o senador Márcio Bittar

para reunião com a diretoria e equipe técnica do órgão. O principal objetivo da agenda foi a apresentação de projetos para serem encaminhados à liberação de emendas parlamentares.

Márcio Bittar abriu a reunião com uma breve contextualização econômica e social do país e falou sobre a importância do saneamento na perspectiva de uma política fundamental também para a solução de problemas ambientais. “Durante muito tempo nos fizeram acreditar que nosso maior problema ambiental era o desmatamento. Mas, se não criarmos mecanismos para garantir o esgotamento sanitário, água adequada ao consumo e manter nossos mananciais limpos, aí sim teremos um grande problema para nós, para nossos filhos e netos”, disse o senador antes de passar a palavra à equipe técnica do Depasa.

O diretor de planejamento e obras Jamerson Cavalcente fez uma explanação sobre a situação atual do sistema de água e saneamento do estado, e apresentou os dados que embasam a elaboração de novos projetos.

De acordo com os técnicos, a água bruta existente em Rio Branco é suficiente para atender a demanda. O maior problema ainda é o sistema antigo, aliado ao desperdício decorrente ou de vazamento no sistema ou por mau uso nos domicílios.

Nos últimos seis meses investimentos na manutenção da rede para eliminação de vazamentos e campanhas educativas já permitiram reduzir significativamente o desperdício. Ainda assim, deve ser estudado o redimensionamento do sistema para atender novas e maiores demandas. O investimento necessário é da ordem de R$200 milhões, para os próximos quatro anos.

No que se refere a esgoto, a rede já implantada tem uma cobertura de 70%. Apesar disso, apenas 17% do esgoto chega às estações onde deve ser tratado antes de retornar à natureza. Das quatro estações de tratamento existentes em Rio Branco, apenas duas funcionam. “A interligação para o pleno funcionamento do sistema de esgoto já existente na capital requer um investimento de R$ 18 milhões”, informou Jamerson Cavalcante.

Para obras de saneamento no interior, dois projetos já estão em análise na Funasa. Um orçado em R$ 16 milhões, para obras de saneamento em Tarauacá e outro no valor de R$ 4 milhões para obras no município de Xapuri.

Após ouvir atentamente os dados apresentados, Márcio Bittar reiterou o compromisso de continuar trabalhando para o fortalecimento das políticas de saneamento no estado. “Assumo com vocês o compromisso de, junto com a bancada, com o senador Sérgio Petecão, Mailza e demais colegas de bancada continuar defendendo a vinda de recursos para saneamento no Acre. Estaremos fazendo frente junto ao governo federal, mas nossas emendas por si, não são suficientes, precisaremos contar com o apoio do governo federal e continuar contando com o empenho de vocês também”, disse o senador ao agradecer a equipe do Depasa.

A data limite para envio de projetos para emendas de bancada e individuais é até o próximo mês de setembro. Durante a reunião com Márcio Bittar, o diretor presidente do Depasa, Zenil Chaves assumiu o compromisso de até agosto estar com tudo pronto para envio e análise dos projetos em Brasília.


gow banner p20