Política

Política

Acre é escolhido para projeto piloto do TSE na implantação de documento de identificação digital

Os municípios do Acre e uma cidade do interior do Rio Grande do Sul foram as duas únicas regiões

escolhidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para o projeto piloto de emissão da versão digital do Documento Nacional de Identificação (DNI).

Na manhã deste sábado, 13, o governador Gladson Cameli foi apresentado ao programa pela presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Acre (TRE-AC), desembargadora Regina Célia Ferrari Longuini.

“Viemos pedir o apoio imprescindível do governador para que o Estado nos ajude a implantar o sistema, por meio da infraestrutura que desfruta na OCA”, afirma a magistrada.

A Organização em Centros de Atendimentos, a OCA, no centro de Rio Branco e em Xapuri, é o coração dos serviços públicos do Estado.

Já o novo documento, segundo o TRE-AC, possibilitará às pessoas a unificação de todos os demais documentos, incluindo o título eleitoral, com acesso fácil e rápido pelo celular do usuário.

“Não há dúvidas de que vamos prestar todo o apoio necessário para que esse sistema se concretize efetivamente”, disse o governador.

Um termo de cooperação entre governo e TRE está sendo elaborado e a previsão é de que as emissões do novo documento aconteçam já em novembro deste ano.

A ideia é que o documento digital seja usado para identificação eleitoral já nas eleições municipais de 2020.


gow banner p20