Política

    Vereadores aprovam projeto que moderniza iluminação pública da capital

    Por 12 votos favoráveis e apenas 3 contrários, a Câmara de Vereadores de Rio Branco aprovou nesta quinta-feira,

    11, na última sessão antes do recesso parlamentar, a proposta do Executivo para a modernização e melhoria da iluminação pública de toda a capital acreana.

    A partir de agora a Prefeitura de Rio Branco está apta a licitar e contratar uma operação de crédito no valor de R$ 48 milhões para realizar o projeto. São aproximadamente 38 mil pontos de iluminação pública que terão a substituição dos equipamentos; lâmpadas de led, braços de suporte, reatores, relés e luminárias.

    As lâmpadas de led, além de proporcionarem uma significativa economia de gastos, também têm desempenho consideravelmente superior ao das lâmpadas de vapor de sódio. Em números, as lâmpadas de led são capazes de produzir 425% mais luminosidade que as demais lâmpadas. Inclusive, enquanto as lâmpadas incandescentes têm uma vida útil de mil horas e as fluorescentes 10 mil horas, as de led chegam a durar entre 30 mil e 100 mil horas.

    Outros pontos importantes a serem destacados com o projeto, dizem respeito a segurança da população, ajuda a manter seguros locais de grande movimentação, a possibilidade de que as pessoas possam utilizar espaços públicos no período noturno e a valorização da arquitetura da cidade.

    “Esse, provavelmente é o maior investimento social que aprovamos nesta legislatura. Toda a população da capital será beneficiada com qualidade de vida, especialmente os moradores das áreas mais periféricas”, comemorou o vereador Rodrigo Forneck, líder da prefeita na Câmara.

    Para o vereador Eduardo Farias, Rio Branco se moderniza e passa a integrar o grupo de cidades de brasileiras que têm buscado soluções para baratear o consumo de energia elétrica ao mesmo tempo em que melhora de forma muito satisfatória a iluminação de ruas, avenidas e parques. Além de aumentar o bem-estar e contribuir para a preservação do meio-ambiente. Isso porque as lâmpadas de led não possuem materiais nocivos à saúde ou à natureza, como mercúrio ou chumbo.

    “Além do município ter capacidade de adquirir o financiamento, o próprio investimento se paga e ainda gera lucro. Fico feliz em ter votado favoravelmente num projeto como esse; bom para os cidadãos, para a cidade e para a economia do município”.

    “Tenho o prazer de sair na foto por ter ajudado a aprovar esse projeto”, disse o vereador Artêmio Costa que também falou sobre o valor do investimento. “Querer comparar obras realizadas em Minas Gerais e São Paulo com obras realizadas no Acre é um absurdo. Te dou um exemplo: um apartamento em Rio Branco avaliado em R$ 500 mil, na mesma configuração, custa R$ 180 mil em uma cidade de praia no nordeste”, concluiu.

    Atualmente, a Prefeitura de Rio Branco tem um gasto anual de R$ 19,4 milhões com o atual sistema de iluminação, com a substituição pelas lâmpadas de led o valor cai para R$ 6 milhões, uma economia de aproximadamente 70%.

    Líder da oposição, a vereadora Lene Petecão disse reconhecer a importância da iniciativa. “Fiz algumas visitas ao secretário Estadual de Segurança e constatei que um dos itens que eles consideram importante é a questão da iluminação. Eu morei na periferia, ando muito pela cidade e sei que nossa cidade está às escuras. Então, diante de tudo o que estamos vivendo relacionado à violência, cada dia mais gritante, eu não poderia ser irresponsável e tratar do tema de forma politiqueira. Apoio esse projeto da prefeita, votei favoravelmente e agora passarei a fiscalizá-lo”.

    A prefeita Socorro Neri disse que sua gestão está empenhada para tornar Rio Branco mais autossuficiente. “Estamos investindo em ações que reduzam despesas e ao mesmo tempo melhorem a eficiência. Nessa questão da iluminação pública, a eficientização se dará com o uso de lâmpadas de led e, num futuro, serão instaladas usinas de energia solar, com o objetivo de reverter energia para os prédios municipais. Hoje, o que se arrecada com a Cosip [Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública], tem sido suficiente apenas para pagar a conta de consumo de energia da iluminação pública. Não sobra quase nada para fazer a manutenção e, menos ainda, para fazer investimentos. Com a redução no consumo que as lâmpadas de led possibilitam, vamos ter uma economia importante para o município”.

    Parceria com o Grupo Energisa

    Paralelo ao investimento que será realizado pela Prefeitura, em maio a prefeita Socorro Neri assinou um acordo com a Eletroacre, empresa do Grupo Energisa, no valor de R$ 3,4 milhões para que a mesma ação seja efetivada em aproximadamente 2.700 pontos da capital. Pelo acordo, locais turísticos, vias importantes e de grande movimentação, como o Parque da Maternidade, Calçadão da Gameleira, Avenida Ceará, Avenida Brasil, Avenida Nações Unidas, Estrada do Aeroporto, Estrada da Sobral, Estrada do Calafate, entre outros, também receberão o novo sistema de iluminação, exatamente da mesma forma do que será implantado em toda a cidade.

    Image
    Image