Polícia

Polícia

Policial que estava de folga briga em bar e é morto com tiro da própria arma

O sargento da Polícia Militar do Acre (PM-AC) Revelino Pereira da Silva, de 49 anos, morreu na noite de segunda-feira (2)

, em Plácido de Castro, interior do Acre, durante uma briga em um bar. Ele foi atingido por disparos da própria arma.

De acordo com informações da PM, o militar estava de folga e acabou se envolvendo numa situação de desentendimento com Lucimar Arruda da Silva, de 41 anos. Essa confusão resultou na morte tanto dele quanto do agressor que morreu na manhã desta terça-feira (3).

O delegado Carlos Bayma, que comanda as investigações sobre o caso, informou que de acordo com o relato de testemunhas, após o desentendimento, Lucimar Arruda, em posse de um facão teria tentado contra a vida do sargento que reagiu e atirou.

Com a reação do sargento, Arruda teria conseguido tomar a arma do policial e efetuou dois disparos contra ele que morreu no local.

“O cidadão foi em direção ao sargento com um terçado e o sargento reagiu e deu dois disparos nele e mesmo após esses dois disparos, ele ainda veio, tomou a arma do sargento e deu uns disparos que levou o sargento a óbito”, informou Bayma.

Arruda ainda chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu), mas morreu no Pronto-socorro de Rio Branco.

O delegado disse que pelo menos cinco pessoas deveriam ser ouvidas ainda na terça-feira.


gow banner p20