Economia

Economia

Desenrolando: Você está jogando dinheiro no lixo!

Na última coluna vimos que só em 2018 foram 70 bilhões de pontos e milhas expirados no Brasil

. Desse total, 40 bilhões são pontos que expiraram nos bancos, mas poderiam ser transformados em milhas e até serem vendidos, gerando uma renda extra de R$ 1 bilhão aos brasileiros. Além de 30 bilhões de milhas expirados nos dois maiores programas de fidelidade do país: Multiplus e Smiles, segundo o portal Infomoney.

Primeiro é importante esclarecer uma das perguntas que os amigos mais me fazem: “Qual a diferença entre pontos e milhas?” Basicamente, o termo “pontos” é utilizado pelos programas de fidelidade dos cartões de crédito. Já as minhas estão relacionadas com as companhias aéreas.

Existem muitas maneiras de se ganhar pontos, mas a principal delas é por meio do cartão de crédito. Embora muitas pessoas ainda vejam o cartão de crédito como vilão, ele é um excelente instrumento de gestão financeira quando se sabe usar, e o acúmulo de pontos é mais uma prova disso. 

No Brasil, os principais programas de fidelidade de cartões de crédito são: Livelo (Banco do Brasil, Bradesco e usuários do cartão Amex), Sempre Presente (Itaú), Pontos Caixa (Caixa) e Esfera (Santander).

A contagem de pontos varia de cartão para cartão, mas basicamente, a cada dólar gasto o cliente é recompensado com uma quantidade de pontos. Alguns cartões recompensam cada dólar com 1 ponto, outras 1,35, 1,75 ou mais. Como dito, varia de cartão para cartão, por isso, vale a pena checar com a Central do seu cartão qual é o cálculo utilizado ou, se você pretende solicitar um, é importante ficar atento a isso.

Uma vez que você acumula pontos, poderá transferir para o programa de fidelidade da companhia aérea de sua preferência e utilizar os pontos (que agora passarão a se chamar milhas) para a compra de passagens aéreas, reserva de hotéis, produtos em geral, crédito para aplicativos de transporte e muitos outros benefícios. 

Atualmente, os principais programas de fidelidade das companhias aéreas do país são Smiles (Gol e parceiros), Multiplus (Latam) e Tudo Azul (Azul). 

Mas veja bem: o objetivo de toda empresa, obviamente, é lucrar. Então não pense que os programas de fidelidade são um bônus, porque cada ponto que você “ganha” está embutida nos seus gastos e tudo isso faz a roda desse setor girar.

A questão é: você vai deixar de usar suas milhas ou quem sabe vendê-las para gerar uma renda extra ou vai simplesmente continuar jogando esse dinheiro no lixo? 

Pensa nisso que na próxima coluna vamos continuar falando do assunto. Ótima semana, e até terça que vem!


gow banner p20