Economia

Economia

Desenrolando: A garota mais cobiçada da cidade: Uma história que não é sobre amor

Aruna é uma jovem com muitos sonhos e planos pela frente. Inteligente, alegre, espontânea e bonita

, ela costuma atrair olhares por onde passa. Certo dia, na Biblioteca Pública de Rio Branco, conheceu um rapaz chamado Garcia, que estudava para um concurso.

Eles passaram a conversar bastante, e Garcia demonstrou interesse por Aruna, mas apesar da insistência dele, o namoro não evoluiu. Uma pena, porque Aruna gostava muito de Garcia, mas não podia lidar com a pressão dele.

Os dias passaram e em mais uma tarde de estudos na biblioteca, Aruna foi ao banheiro e quando voltou, havia uma caixa de chocolates em sua mesa. Intrigada, ela pensou em jogar fora, com medo, mas ali havia um bilhete que dizia: “Para adoçar o seu dia”, assinado: Sebastian. 

“Oi? Quem é Sebastian?” Se perguntou curiosa, mas antes que pudesse chegar a alguma conclusão, um rapaz alto e educado se apresentou. - “Espero que você tenha gostado dos chocolates. Muito prazer, eu sou Sebastian”. Ele a observara durante semanas e finalmente tomou coragem para conversar com ela. Dali nasceu uma grande amizade, e enquanto Garcia insistia em namorar com Aruna, Sebastian sempre a apoava, agradava com mimos e escutava tudo o que Aruna tinha a dizer.

Não é preciso continuar a história para saber com quem Aruna ficou, certo? E se você fosse Aruna, ficaria com Garcia ou com Sebastian? Tenho certeza que sua opção foi a segunda. Sabe por que? Por que todos nós, seja homem ou mulher, adoramos receber atenção e odeia ser forçado a qualquer coisa. E falando em atenção, agora que chamei a sua com essa estória, quero dizer que este texto é, na verdade, um manual de como rasgar dinheiro. Calma, você logo vai entender. (Hehehehe)

Sempre que pergunto aos meus amigos sobre pontos e milhas, é comum ouvir algo do tipo: “Ah, não sei. Nem entendo nada disso!”. E é aí que nossos personagems entram, para você entender de uma vez por todas esse assunto e nunca mais perder dinheiro ou pior, alguma viagem incrível.

Em um universo cada vez maior de consumidores, é muito grande a disputa pela atenção desse grupo, ainda mais com o avanço da tecnologia. E os pontos são, na verdade, uma recompensa para fidelizar o cliente. Imagine que Aruna é você, Garcia e Sebastian são duas empresas na corrida pela sua atenção. 

Uma empresa fica no seu pé, e ainda te pressiona para comprar, sem nem se importar com o que você quer ou faz você se sentir apenas uma fonte de dinheiro. Já a outra, é atenciosa e ainda te dá mimos que você pode usar como quiser. Agora entenda que esses mimos são pontos, que você pode transformar em milhas para comprar passagens aéreas, pagar hotéis, crédito para transporte por aplicativos, produtos em geral, e até vender.

Parece bom demais pra ser verdade, mas acredite, é isso mesmo. O problema é que muitas pessoas ainda não se atentaram para isso e estão simplesmente perdendo pontos (leia-se dinheiro). Se esse não é o seu caso, parabéns, mas saiba que essa não é uma realidade para todos. 

Só em 2018 foram 70 bilhões de pontos e milhas expirados. Desse total, 40 bilhões são pontos que expiraram nos bancos, mas poderiam ser transformados em milhas e até serem vendidos, gerando uma renda extra de R$ 1 bilhão aos brasileiros. Além de 30 bilhões de milhas expirados nos dois maiores programas de fidelidade do país Multiplus e Smiles. (Infomoney)

Como esse é um assunto longo, vou ficar por aqui, e na próxima coluna a gente vai continuar falando de pontos. Ok?


gow banner p20