Economia

Economia

Inércia da construção civil reflete em fraco movimento no seu principal evento de cidadania

Eram esperados pelos menos 2 mil pessoas no Complexo do SESI. No entanto, o Dia Nacional da Construção Social

(DNCS) no Acre contou com pouco mais de 700 visitantes, entre trabalhadores e seus familiares, número este muito inferior às edições dos anos anteriores. O fato se deve, de acordo com análise do presidente da FIEAC, José Adriano, ao atual cenário de paralisação do setor.

Ao todo, foram realizados pouco mais de 2 mil atendimentos, com maior ênfase à área de saúde, especialmente odontologia. “Fizemos o nosso melhor para receber e atender a todos que viessem, como sempre fizemos. Temos convicção de que nossa parte foi bem feita”, observou João César Dotto, superintendente do SESI.

Organizado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon/AC), Câmara Brasileira da Construção Civil (CBIC) e SESI, tendo ainda a parceria de diversas outras instituições, o DNCS é o maior de cidadania para os trabalhadores da construção civil e seus familiares, que vem sendo realizado todos os anos.

Para o presidente do Sinduscon, Carlos Afonso Cipriano, a realização do Dia Nacional da Construção Social reafirma o compromisso do setor da construção não só com o desenvolvimento econômico do país, mas, principalmente, com o desenvolvimento social e a consequente melhoria das condições de vida da população brasileira, promovendo a cidadania. “É um dia solidário com o objetivo de incentivar o voluntariado a se envolver em ações de responsabilidade social, funcionários, parceiros e os próprios empresários”, diz.

Ao todo, foram 12 parceiros voluntários (nenhuma indústria do ramo), distribuídos para atender e oferecer ao público serviços de consultas médicas (clínico geral e pediatria), odontologia, esporte e lazer (brinquedos infláveis, pula-pula, jogos de mesa), cortes de cabelo, penteado e maquiagem, vacinas, testes rápidos para doenças como hepatite, aids e sífilis, distribuição de lanches, campanha de doação de sangue, entre outros.

Com o tema “O mundo está mudando, e você?”, o DNCS foi realizado durante toda a manhã do último sábado, 17 de agosto, até às 13h. A expectativa, agora, é pela retomada das obras e que o setor possa voltar a empregar, possibilitando que, na próxima edição, em 2020, possam ser beneficiados mais trabalhadores e seus familiares no estado.


gow banner p20