Economia

Economia

Acre ganha 247 novos postos de emprego formal no mês de junho, aponta Caged

O mês de junho no Acre terminou com saldo positivo na geração de emprego. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

(Caged), divulgados nesta quinta-feira (25), mostram que o mês de junho teve saldo positivo de 247 vagas.

Assim como em maio, o setor que mais puxou essa alta foi o da construção civil, com 119 novos postos, contabilizando 404 admissões e 285 demissões. Na sequência, o setor de serviços também apresenta alta com 82 novas vagas.

O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Acre (Sinduscon) credita a alta no setor a retomada de obras de infraestrutura por parte do governo do estado e também as construções de particulares nos diversos loteamentos urbanos.

“Comprovadamente na época do verão, o aumento do emprego na construção civil sobe consideravelmente. É uma época em que as atividades estão em ritmo acelerado. Lógico que temos serviços de ordem continuada, como por exemplo, serviços nas escolas, reparos, conserto de instalação elétrica, que é uma geração de emprego, que é continuado”, destaca Carlos Afonso, presidente do sindicato.

Ele destaca ainda que a previsão é de mais empregos no setor nos próximos meses.

“A gente acredita que continue essa alta e, com esse novo pacote de obras que o governo vai lançar, vai aquecer ainda mais o setor da construção civil e isso aquece toda uma cadeia. Quando a construção civil está aquecida, isso acaba refletindo no setor de serviços”, destaca.

Cidades

Desde abril, o estado acreano voltou e fechar os balanços mensais com saldo positivo. Por municípios, todas as cidades apresentaram números positivos no mês passado. A cidade que mais se destaca é Rio Branco, com 144 postos de emprego.

Já a segunda cidade do estado, Cruzeiro do Sul teve 178 admissões contra 107 demissões, o que gerou 71 novas vagas.

Portal G1/AC


gow banner p20