Economia

Economia

Governo recupera valores do Bolsa Família no Acre recebidos indevidamente

Duas famílias no Acre recebiam Bolsa Família indevidamente e os valores voltaram aos cofres públicos.

Ao todo, o Ministério da Cidadania recuperou R$ 85,9 mil de 69 beneficiários do Bolsa Família na Região Norte que estavam recebendo o dinheiro indevidamente.

De acordo com dados do Ministério, é a primeira vez que o governo federal consegue reaver recursos que estavam sendo pagos a pessoas que não atendiam mais aos critérios de elegibilidade do programa.

A cobrança de ressarcimento de valores do Bolsa Família é fruto do cruzamento de dados realizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), iniciado em 2018. O levantamento mostrou que as famílias tinham renda maior do que a declarada no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

O Pará é o Estado com maior valor devolvido ao Ministério das Cidades, com R$ 28,3 mil de 29 famílias. Em seguida vem Amazonas, com R$ 19 mil de 14 famílias; Roraima, com R$ 15,5 mil de 13 famílias; Rondônia, com R$ 15,5 mil de seis famílias; Amapá, com R$ 4,7 mil de 14 famílias; Tocantins, com R$ 1,4 mil de duas famílias; e o Acre, com R$ 1,3 mil de duas famílias.


gow banner p20