Ciência/Saúde

Ciência e Saúde

De 14 casos suspeitos, exames confirmam apenas dois pacientes de H1N1 em Cruzeiro do Sul

A Saúde Municipal de Cruzeiro do Sul divulgou, nesta quarta-feira (17), os resultados dos 14 exames de pacientes,

que procuraram as unidades de saúde da cidade neste ano, com suspeita de gripe do tipo H1N1. Do total de exames, apenas dois foram confirmados para a doença.

Até o mês de junho, dos casos suspeitos, a Secretaria Municipal de Saúde tinha confirmado dois pacientes com a doença e oito tiveram o resultado negativo. Outros quatro casos que estavam em investigação tiveram os resultados apresentados no início deste mês e não houve mais nenhum diagnóstico positivo.

De acordo com coordenador da Vigilância Epidemiológica, Nicolau Abdalah, durante as duas primeiras semanas de junho, reduziu o número de pacientes que procuram as unidades de saúde com gripe e não há mais nenhum caso suspeito de influenza do tipo H1N1 em investigação na segunda maior cidade do Acre.

“Neste ano tivemos esses 14 casos de síndrome respiratória aguda grave e apenas dois evoluíram para a gripe H1N1. Os outros, todos já foram descartados e não temos nenhum mais em avaliação”, afirmou Abdalah.

Dos dois casos de H1N1 confirmados, um teve o diagnóstico concluído no mês abril. É de uma paciente de 22 anos, que procurou uma unidade de saúde no dia 25 de fevereiro reclamando de fortes dores no corpo e na cabeça, febre alta e muita dificuldade para respirar.

O outro caso, confirmado em maio, foi de uma paciente também jovem, de 25 anos, que mora em uma comunidade rural. Ela tinha procurado uma unidade de saúde no dia 9 de março com os sintomas da doença.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, as pacientes receberam tratamento e não tiveram complicações graves. Mesmo com a redução dos casos de gripe, a orientação da Saúde é que os pacientes que apresentarem os sintomas da H1N1, procurem imediatamente uma unidade de saúde.

“Qualquer sintoma é importante ir à unidade de saúde mais próxima para se tratar o quanto antes”, alerta Abdalah.

Portal G1/AC


gow banner p20