Geral

Geral

Instituição social lança solução gratuita de estudo para o Enem pelo WhatsApp

Já são mais de 5 milhões de inscritos no ENEM 2019, o exame nacional que é a porta de entrada para muitas universidades brasileiras.

Com o objetivo de ajudar jovens em situação de vulnerabilidade social a se prepararem e se organizarem para a prova, a Fundação 1Bi, instituição social do Grupo Movile, desenvolveu o AprendiZap ENEM, um projeto gratuito de educação por meio do WhatsApp com uma trilha específica para quem vai prestar o exame no início de novembro. A expectativa é ajudar 50 mil estudantes ainda este ano, pensando e seguindo o seu sonho de que a tecnologia promova oportunidades para todos os jovens brasileiros. 

Para usar o AprendiZap ENEM, desenvolvido em parceria com a edutech Descomplica, basta acessar o site, fazer o cadastro, clicar no botão COMEÇAR e enviar #APRENDIZAP para o número indicado. “Escolhemos o WhatsApp pois é uma ferramenta acessível para jovens em situação de vulnerabilidade social. Já existe muito conteúdo gratuito na internet, mas faltava um local para direcionar o estudante em uma trilha personalizada.”, afirma Débora Nunes, uma das responsáveis pela Fundação 1Bi. 

Serão mais de 30 vídeos disponibilizados gratuitamente ao estudante, além de mapas mentais e resumos bem visuais dos temas que mais caem no ENEM. A interação dentro do WhatsApp vai acontecer por meio de um chatbot da Fundação 1Bi, que conversa com o estudante, envia conteúdos para estudo e solicita uma autoavaliação ao término de cada assunto. A tecnologia usada neste robô assistente foi desenvolvida pela Wavy, empresa do Grupo Movile voltada para mensageria e experiência do consumidor. 

A ferramenta disponibiliza conteúdos sobre os principais temas abordados no ENEM, como linguagens, matemática, ciências humanas, ciências da natureza, dicas para a tão temida redação e sugestões para que todos consigam se organizar para a prova. “Nos preocupamos em pensar em como fazer o aluno começar a estudar, engatar a primeira marcha. Para isso, precisamos trazer conteúdo relevante onde o aluno está todos os dias, que é o WhatsApp”, afirma Maria Fernanda, Gerente de Marketing do Descomplica. 

Para que os conteúdos estejam de acordo com o conhecimento de cada estudante, antes de iniciar o envio dos materiais, o bot conversa com o aluno e pergunta o quanto ele se sente preparado em relação àquele tema. A partir daí podem ser enviados materiais com o intuito de apresentar e introduzir o assunto, a fim de gerar um interesse inicial no estudante. Já para os que estão mais preparados, são enviados conteúdos de temas específicos, como um resumo da Revolução Russa ou da Primeira Guerra Mundial, no caso de História, por exemplo. Ao final de cada disciplina, o bot retorna às opções iniciais e permite que o estudante continue navegando por outras matérias e temas.a primeira versão beta do AprendiZap, com foco em competências como liderança e autoconhecimento, foi lançada como teste em fevereiro e já impactou mais 13 mil pessoas, que registraram 88% de satisfação com o conteúdo oferecido.


gow banner p20