Geral

Geral

Servidores da rede municipal de ensino fecham rua em protesto por melhoria salarial em Rio Branco

Assistentes de creche e escolares paralisaram as atividades nesta terça-feira (10) para protestar em frente à Prefeitura

de Rio Branco, no Centro da cidade. A categoria pede reposição salarial e mudança na jornada de trabalho.

O G1 entrou em contato com o secretário de Educação do município, Moisés Diniz, e foi informado que ele não poderia atender porque estava em negociação com os servidores.

O presidente da Associação dos Servidores Municipais de Rio Branco (Assermurb), Marquinhos Gama, afirmou que mais de 300 trabalhadores das escolas e creches estão sendo prejudicados com os baixos salários e com exaustiva carga horária. Conforme a categoria, atualmente os servidores trabalham com jornada de 35 horas e eles querem reduzir para 30 horas.

“Estamos aqui hoje para reivindicar melhores condições de trabalho, redução de carga horária abusiva e melhores salários. Há dois meses foi colocado na mesa de negociação e a prefeitura até o momento não deu nenhuma resposta. São mais de 300 trabalhadores das escolas e assistentes de creche, que trabalham no dia a dia com as crianças e o município não valoriza essa categoria”, reclamou o sindicalista.

Portal G1/AC


gow banner p20