Geral

Geral

Cruzeiro do Sul anuncia concurso com mais de 500 vagas efetivas

Após mais de 10 anos sem concurso público para servidor efetivo, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul anunciou, nesta quinta-feira

(5), um certame com 511 vagas. Segundo o prefeito da cidade, Ilderlei Cordeiro, a previsão era de que o edital fosse publicado ainda na segunda-feira (9).

Conforme a prefeitura, o concurso vai ser organizado pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) com vagas para ensino fundamental, médio e superior em diversas áreas do município.

“É uma alegria depois de mais de 10 anos ter um concurso público efetivo. Estamos provando que temos capacidade de cuidar da cidade. O maior momento de liberdade e democracia em uma gestão é quando você tem concurso público, porque acaba com os cabides de emprego político. Chegou o momento de 511 pessoas terem oportunidade de um emprego efetivo”, disse o prefeito.

Segundo o prefeito, o valor da inscrição para os cargos de nível fundamental deve ser R$ 50, de nível médio R$ 60 e superior R$ 80. A previsão é de que a prova ocorre no dia 17 de novembro e os aprovados comecem a ser contratados em 2020.

Sobre os servidores provisórios que tiveram os contratos renovados por mais dois anos, o prefeito disse que devem ser exonerados. “Vão ter que ser interrompidos por conta do concurso, mas não 100%. Precisamos abrir essas vagas para contratação permanente. Então, professores que estavam contratados em concursos provisórios vão ter oportunidade de serem efetivados”.

O secretário de Administração e Planejamento, Manoel Orleilson, afirmou que a partir de janeiro do ano que vem nenhuma secretaria do município de Cruzeiro do Sul vai ficar em funcionário efetivo.

“Nós fizemos um levantamento em todas as secretarias e observamos que em muitas, todos os servidores são provisórios e praticamente só existem as funções comissionadas. Isso é um prejuízo para a população, porque não há continuidade de serviço quando muda de governo. Com o concurso, pela primeira vez, a gente regulariza a situação de todas as secretarias municipais”, disse Orleilson.

Portal G1/AC


gow banner p20