Geral

Geral

Rede de empresários para o Comércio Exterior é destaque no Espaço Indústria

Representantes das instituições que compõem o Comitê Gestor do Plano Acreano da Cultura Exportadora e o Comitê

Integrado de Comércio Exterior de Empresários Privados marcaram presença na noite da última quarta-feira, 31, no Espaço Indústria, na Expoacre, para apresentarem para diversos empresários a proposta de criação de uma “Rede de Empresarial de Comércio Exterior Brasil - Bolívia - Peru”. O objetivo é estimular as empresas acreanas a realizar ou ampliar relações comerciais internacionais - exportações ou importações.

Como isso funcionará na prática? As instituições que integram o Comitê darão o apoio institucional por meio de qualificação, orientação e irão propor ações para buscar - junto à bancada federal - o apoio político para que as empresas possam efetivar estas operações.

Juntamente com o Governo do Estado do Acre, o Comitê está trabalhando para eliminar os entraves burocráticos e de infraestrutura nas alfândegas. Paralelo a isso, os empresários estão buscando orientações e qualificações para entrar neste novo mercado.

“Comércio e indústria não funcionam sem logística. Não tem como pensarmos em exportação sem termos uma boa operação logística. Pensando nisso, recentemente estivemos em Brasília e conseguimos nos capacitar para ajudar as empresas locais a habilitarem suas frotas para o Peru e Bolívia”, Disse Nazaré Cunha, presidente do Sindicato de Empresas de Logística e Transporte de Cargas do Acre (Setacre).

Presente à reunião, a coordenadora regional da Suframa Maria Thereza Alves informou que a instituição tem programa para os empresários que pretendem importar e exportar. “Quais são os meus direitos? Quais os tributos a pagar? A Suframa está aberta a todos vocês e que se aproximar cada vez mais dos empresários. Queremos saber como podemos ajudar vocês”, explicou. Maria Thereza informou, ainda, que a Suframa está concluindo uma sede em Brasileia e já está com o projeto pronto de uma estrutura física para Cruzeiro do Sul para ajudar ainda mais a todos que pretendem fazer essas negociações.

Bastante empolgado, o presidente da FIEAC, José Adriano, informou que - ao longo dos últimos dois anos - o Comitê relacionou todos os percalços , desde infraestrutura, questões tributárias, logística, até mesmo condições de negociação que os empresários enfrentam quando querem exportar.

“Até aqui eu já estou bastante feliz. Mas, temos muito mais a fazer. Este momento exige união de esforços para que as soluções sejam encontradas em um prazo curto. Temos pressa”, comentou José Adriano.

PRÓXIMOS PASSOS

O planejamento do Comitê Gestor do Plano Acreano da Cultura Exportadora prevê ações que estimulem e preparem os empresários para o comércio exterior. Ao final da reunião, os empresários aprovaram e aderiram a proposta de fazer parte da Rede de Empresarial de Comércio Exterior Brasil - Bolívia - Peru. Durante a Expoacre, os empresários que tiverem interesse em integrar este movimento, podem obter mais informações no Espaço do Associativismo, no Espaço Indústria.


gow banner p20