Geral

Geral

Produtor aposta em melancia da casca amarela e dobra valor da fruta no interior do Acre

Melancia pode chegar a 16 quilos e ser vendida até por R$ 48. Produtor rural conseguiu sementes no interior de Rondônia

Fascinado por novas experiências, o engenheiro agrônomo Romoaldo Silva decidiu inovar plantando pela primeira vez, em Mâncio Lima, a melancia da casca amarela.

Com o projeto, ele afirma que conseguiu, além de atrair os consumidores, ampliar em 100% o valor do produto em relação as outras variedades.

O produtor afirma que se interessou em cultivar a variedade de melancia durante uma viagem para participar de uma feira em Jaru (RO) depois de um vídeo onde viu, pela primeira vez, a melancia da casca amarela.

“Eu tive acesso a um vídeo antigo e, quando cheguei em Jaru, lembrei que o vídeo mostrava essa produção de lá, conversei com um senhor e ele ficou de mandar as sementes, mas não mandou. Foi então que um professor meu da universidade foi fazer um trabalho naquela cidade e pedi para ele trazer umas mudas e ele trouxe”, conta Silva.

Em março, o produtor iniciou o plantio com o apoio do filho, Bruno Oliveira, que também é engenheiro agrônomo, com o qual divide as tarefas do Viveiro Vô Raimundo, que fica no Ramal Feijão Ensosso, a dois quilômetros da cidade e Mâncio Lima.

melancia amarela ii webCasca da melancia fica amarela com mudança — Foto: Romoaldo Silva/Arquivo pessoal

Como era a primeira experiência, eles plantaram apenas 70 covas mudas da variedade, mas comemoram os bons resultados.

Quando os primeiros frutos começaram a dar certo, a propriedade da família passou a ser mais visitada por outros produtores e pesquisadores que foram ver como a planta estava se adaptando. Segundo o produtor, os cuidados com a variedade da melancia exótica foram os mesmos que ele tem com as que já são comuns na região.

A produção também foi a mesma. Ele conta que colheu em média 200 frutas nas 70 covas, cada uma chegando a um peso de até 16 quilos. Mas, segundo Silva, o grande diferencial que chamou a atenção dos consumidores foi o sabor da fruta, que chegou a superar o das outras variedades.

“Ela se adaptou muito bem, tem uma doçura superior ao híbrido, quem prova dela comprova isso. Ela também dá frutos grandes nas primeiras vingas que chegam a pesar 16 quilos”, diz o produtor. Sendo assim, uma melancia pode chegar a R$ 48, caso chegue a 16 quilos.

O agrônomo disse que a variedade foi importada para o Brasil do Uruguai, mas não tem conhecimento dos fatores genéticos que fazem a casa da fruta ficar amarela. Mas, ele disse que está satisfeito com o resultado da experiência.

“As pessoas que provam dela comprovam que tem um sabor bem superior, é tanto que nem precisei levar para vender no mercado. As pessoas vieram comprar todas aqui. Tem a mesma produtividade que as outras e conseguiu vender por um valor superior. Delas vendi a R$ 3 o quilo, enquanto, as outras vendem a R$ 1,50 o quilo”, conta.

Além da plantação de melancia e outras frutas e verduras, a família montou na propriedade uma empresa para produção de mudas de café. Segundo o agrônomo, chegou a vender 100 mil mudas de café no ano passado.

Ele garante que, como o sucesso da nova variedade de melancia, vai intensificar o plantio do produto. “Já estou selecionando umas mudas dos maiores frutos produzidos e agora vou fazer um projeto muito maior”, afirmou.

melancia amarela iii webMelancia pode chegar até 16 quilos no interior do Acre — Foto: Romoaldo Silva/Arquivo pessoal


gow banner p20