Geral

Geral

Seminário discutirá políticas públicas para o agronegócio

O primeiro Seminário sobre Produção e Agronegócio, que discutirá políticas públicas para o desenvolvimento

do setor no Acre, será realizado de 8 a 12 de julho em Rio Branco pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa). Voltado principalmente para servidores da Sepa, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e da Companhia de Armazéns Gerais e Entrepostos do Acre (Cageacre), o seminário tem o principal objetivo de apresentar um alinhamento dessas políticas públicas para todo o corpo técnico da secretaria, além das novas diretrizes para a gestão produtiva.

A Sepa possui 27 escritórios locais de atendimento aos produtores rurais nos 22 municípios do estado, além de cinco vilas. A expectativa é que somente com os escritórios, o evento conte com 72 participantes, além de mais 30 das sedes da Sepa e Emater em Rio Branco e os secretários municipais de produção.

Segundo o secretário de Produção e Agronegócio, Paulo Wadt, o encontro terá como destaques a uniformização da política agrícola do Estado do ponto de vista da Sepa; ações de treinamento e capacitação da equipe para atender os fundamentos básicos do planejamento do governo no crédito rural e a regularização fundiária; e o planejamento geral com o trabalho realizado e as dificuldades encontradas nos últimos seis meses.

Wadt acredita que será possível, com o trabalho, localizar os gargalos que existem hoje na execução das tarefas, como identificar entre os técnicos que atendem os produtores quais as demandas são as mais emergenciais. “Com isso, pretendemos dar um fortalecimento efetivo na atuação do governo no seu papel de assistência técnica para os produtores do Acre”, destaca.

Durante o seminário, ainda serão discutidos o desenvolvimento de projetos como o Programa de Desenvolvimento Sustentável do Estado do Acre (PDSA II), o Programa Global REM financiado pelo banco KfW e o Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser), todos com relação à área produtiva do Acre.

O Seminário Sobre Produção e Agronegócio conta ainda com apoio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Secretaria de Meio Ambiente (Sema), Instituto de Terras do Acre (Iteracre), Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), Tribunal de Contas da União (TCU), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Banco do Brasil.


gow banner p20