Geral

Geral

Motoristas acreanos e paraenses são os que mais usam celular enquanto dirigem, aponta pesquisa do MS

De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira, 24, pelo Ministério da Saúde (MS), por meio do Sistema

de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), Rio Branco é uma das capitais que apresenta o maior percentual de uso de celular por condutores (23,8%). A capital acreana perde somente para Belém (24%).

Além de Rio Branco, as outras capitais que apresentaram maior percentual de uso de celular por condutores são: Cuiabá (23,7%), seguido por Vitória (23,3%), Fortaleza (23,2%), Palmas (22,4%), Macapá e São Luís (22,3%). Por outro lado, as capitais com menor uso de celular durante a condução de veículo foram: Salvador (14,1%), Rio de Janeiro (17,1%) e São Paulo (17,2%). Os motoristas amazonenses são os que menos utilizam o aparelho (17,7%).

Ainda, segundo o levantamento, os acidentes de trânsito são a segunda maior causa de mortes no País. A pesquisa apontou que pessoas com idades entre 25 e 34 anos, com maior escolaridade e com 12 anos de estudo ou mais, são as que mais assumem esse comportamento de risco. Os motoristas com nível superior também são os que mais recebem multas por excesso de velocidade, associado ao consumo de bebida alcoólica e direção.


gow banner p20