Esportes

Esportes

Vôlei: Brasil desmonta a Turquia e encara os EUA na decisão da Liga

Com uma atuação impecável, a seleção brasileira feminina de vôlei não tomou conhecimento da Turquia,

venceu por 3 a 0 (25/23, 25/15 e 25/10) na manhã deste sábado em Nanquim e se classificou para a decisão da Liga das Nações no domingo. Como um rolo compressor nos dois últimos sets, o time de José Roberto Guimarães se credenciou em grande estilo para a final. Na decisão, o Brasil encara os Estados Unidos, que bateram a China na outra semifinal. O duelo está marcado para 8h30 (horário de Brasília) deste domingo, com transmissão do SporTV2 e cobertura em tempo real do GloboEsporte.com.

Foram muitos os destaques da seleção. Com 15 pontos, Natália fechou como a principal pontuadora do jogo. Lorenne entrou muito bem no primeiro set, deu força à equipe e marcou, ao todo, nove pontos, um a mais que Mara, outra a brilhar. Inspirada, Macris distribuiu o jogo à perfeição e foi outro grande nome da equipe neste sábado.

O Brasil, agora, encara os Estados Unidos. A seleção americana bateu a China na outra semifinal em 3 sets a 1, parciais 25/11, 15/25, 25/17 e 25/20. Será o terceiro confronto entre as equipes nesta Liga das Nações. Até aqui, uma vitória para cada lado. Na fase de classificação, o Brasil levou a melhor. Já na fase final, com o time reserva, a seleção de José Roberto Guimarães foi batida pela equipe de Karch Kiraly.

O duelo começou muito intenso e equilibrado. Forte defensivamente, o Brasil foi para a primeira parada técnica em vantagem (8/7). Com o placar mostrando 15/15, Mara levou uma bolada no rosto, e a partida foi paralisada para que a central se recuperasse. A número 1 da seleção, porém, voltou em seguida. Uma invasão turca fez com que o time nacional abrisse dois (18/16) e depois três pontos (20/17) após uma falha de Zehra Gunes. Um erro de saque turco fechou o set inicial em 25/23 para o time de Zé Roberto. A ótima entrada de Lorenne era um bom presságio para o que estava por vir.

A Turquia liderou no início da segunda parcial, mas a brasileiras viraram para 6/5 após um ataque letal de Natália, já aparecendo como destaque. O selecionado europeu deu o troco e conseguiu a vantagem parcial de 8/7. Apesar de erros seguidos no saque, o Brasil voltou à ponta e colocou dois de frente com um bloqueio de Bia (12/10). O equilíbrio do embate acabou aí. Aproveitando-se dos erros das adversárias e defendendo muito, a seleção disparou e fechou o set por improváveis 25/15 e fez 2 a 0 no jogo.

A atuação espetacular na parcial anterior foi apensa um aperitivo para o que viria em seguida. Com grandes atuações individuais (em especial de Natália, Lorenne e Macris), o Brasil atropelou as turcas. De cara, abriu 6/1 e foi se distanciando no marcador. Onipresente na defesa e implacável no ataque, as brasileiras sobraram diante das atordoadas rivais e fizeram incríveis 25/10, garantindo de forma incontestável sua classificação para a decisão.

 


gow banner p20