Esportes

Esportes

“O que fez a diferença foi não desacreditar”, diz artilheiro do Galvez sobre título do sub-17

O Galvez perdia para o São Francisco por 1 a 0 até os 39 minutos do segundo tempo da decisão do segundo turno

do Campeonato Acreano Sub-17, na quarta-feira (26), no estádio Florestão, em Rio Branco, capital do Acre, mas buscou o empate com um gol de cabeça do zagueiro Heverton e conquistou o returno e o título do estadual com uma vitória por 4 a 2 nas cobranças de pênaltis.

Principal nome do Imperador na campanha, o meia Thalis, que terminou a competição como artilheiro ao lado de Marllon, do Independência, com oito gols, disse que o diferencial para a equipe reverter o placar adverso e levantar a taça foi acreditar que conseguiria alcançar o objetivo.

– Independente de qualquer coisa trabalhei para ajudar a equipe no campeonato. É consequência do trabalho (a artilharia e o título). Venho trabalhando a semana inteira, o grupo unido e, graças a Deus, consegui sair com a artilharia. Agora é trabalhar porque ainda não ganhamos nada. O que fez a diferença foi não desacreditar em nenhum momento. Nosso time meio que folgou, cansou um pouco, mas a gente não desistiu, um apoiando o outro, correndo pelo outro e, graças a Deus, podemos sair com o resultado e o título – afirmou.

Thalis confia que o Galvez tem condições de fazer um bom papel na Copa do Brasil da categoria na próxima temporada, mantendo a base campeã e aproveitando atletas que vão subir do sub-15 para o sub-17.

– A gente tem uma base forte, a gente tem um bom sub-15 que ano que vem vai ser 17, vai subir e poder ajudar a gente e a gente vai trabalhar. Vai ser o que Deus quiser – concluiu.


gow banner p20