Especial

Especial

Edeksha: À luz da compaixão

Num tempo em que as pessoas estão cada vez mais mecanizadas é preciso religar-se aos sentimentos e pessoas para ser feliz de fato

A crise econômica que se a bate sobre o Brasil e a maior parte do mundo é só mais um elemento complicador das incertezas que rondam as nossas vidas e que por vezes ameaçam até a nossa sobrevivência. E é especialmente nestes momentos que precisamos fortalecer nossa resistência melhorando nossos pensamentos e nossa espiritualidade.

Um desses caminhos é mudar seu modo de pensar e agir mais positivamente focando nas soluções, buscando qualidades nas pessoas, sendo gratos pelo que temos, compreendendo pessoal a importância do que fazemos para nós e às outras pessoas. Isso que está sendo trabalhado mundialmente pelo movimento da Grande Luz Compassiva onde à luz da compaixão as pessoas melhoram-se por dentro e assim se relacionam melhor com o mundo à sua volta.

Isso gera uma maior satisfação das pessoas com elas mesmas, com sua família, no relacionamento com os colegas de trabalho, na saúde pessoal e promove maior sucesso nos negócios.

especial 2Pessoas de várias classes sociais e religiões em busca da paz interior e da felicidade - Fotos: Juracy Xangai

Graças à internet, os treinamentos através de conferencias mundiais com vários países ao mesmo tempo. O Último aconteceu no auditório da Assembleia Legislativa do Acre em 24 de junho e o próximo acontecerá no dia sete de agosto, também na Aleac.

Antes, no anfiteatro Garibaldi Brasil, na Ufac, acontecerá das oito da manhã ao meio dia do dia dez de julho outro curso voltado a jovens de 16 a 26 anos. Os interessados em participar podem contactar Odete pelo fone 9-8401-6458. Mais informações pelos sites: movimentoeradourada.com.br ou goldnagemomovimentbrazil.com.br.

Das ideias à prática

Estes conhecimentos práticos são baseado em sete condições fundamentais que se manifestam na vida das pessoas como explica Maria Odete do Nascimento participante do grupo Edeksha que se reúne semanalmente em Rio Branco para debater e buscar caminhos para fazer as pessoas mais felizes e bem sucedidas.

“Acredito que quando trabalhamos em grupo nós ficamos mais fortes porque temos a oportunidade de debater e refletir sobre a necessidade de fortalecer nossos pontos fracos e ampliar os pontos fortes. Então temos mais que uma filosofia mística porque quando a pessoa aceita melhorar seu mundo interior ela melhora sua compreensão e seu relacionamento com as pessoas em casa, no trabalho e nos negócios. A compaixão nos torna felizes”.

especial 3Filosofia revela a mística de viver melhor e ter sucesso nos relacionamentos

Assim o movimento da Grande Luz da Compaixão é uma filosofia onde se ensinam propostas e exercícios práticos que levam as pessoas a refletir sobre sí e as necessidades de quem está próximo considerando o grande valor do que é bom para todos.

O ponto fundamental dessas orientações está no sincero desejo das pessoas em transformar seu modo de ver o mundo e as pessoas de modo construtivo positivando seu relacionamento com eles.

especial 4As mudanças exigem orientação, mas só acontecem pelo querer mudar

Pontos de reflexão

Aperfeiçoar os relacionamentos interiores e exteriores da nossa vida pessoal pede que reflitamos sobre nossos próprios pensamentos e comportamentos.

Elimine a mágoa:

Encare a lembrança da raiva e mágoa que estão dentro de você para poder muda-las, daí foque na compreensão, perdoe e foque na vida que deseja experiênciando mais alegria e felicidade. O que acontecerá porque ao tomar consciência da mágoa você recebe a luz da grande compaixão que nos conecta aos outros.

Torne-se consciente da insensibilidade:

Tão atarefados nos tornamos inconscientes dos problemas que também afetam nossos familiares, amigos, colegas de trabalho e clientes, então isso se volta contra nós e eles se afastam. Precisamos eliminar a insensibilidade, então olhe para quem você conversa, encoraje e seja agradecido.

Torne-se consciente de sua ânsia por amor e por ser amado:

Queremos amar e ser amados, nós buscamos isso. Primeiro com os pais, depois com professores, colegas, namorados, mas todos têm mais gente em suas vidas e nós queremos um amor só nosso. Aí nos tornamos pocessivos, embora as pessoas nos ofereçam amor, a ânsia nos faz incapazes de receber. Daí a solidão.

Torne-se consciente da sua falta de autenticidade:

Vivemos num mundo em que muitas pessoas usam máscaras e a verdade é relativa de acordo com o interesse. Mas, ainda mais grave são as mentiras que você conta para você mesmo negando a realidade. Esteja consciente do quanto mente para si mesmo e reflita.

Torne-se consciente de seus julgamentos:

Quando você julga as pessoas coloca sobre elas um rótulo que o impede de ver onde estão suas qualidades que é o que interessa de verdade. Isso tona a relação limitada porque não há amor no relacionamento. Quando julgamos nos afastamos das pessoas.

Tome consciência da sua ingratidão:

A gratidão é o agradecimento pelo trabalho das pessoas que cuidam de nós desde o nascimento, os produtos do mercado, o pão que nos mata a fome, o ar que respiramos. Quem é grato vai receber muito mais do mundo material e espiritual. O sentimento de gratidão transforma seu cérebro vencendo a ansiedade e a depressão.

Torne-se consciente das histórias que a mente conta:

Um sorriso conta uma história positiva e se não sorri é negativa porque nosso cérebro constrói uma história com tudo que nos relacionamos. Só que embora nem sempre seja a verdade, aí você não consegue viver a vida gerando um ciclo de sofrimento. Encare isso para corrigir-se e ser feliz.

*Observe que melhorar sua vida é antes de tudo um processo onde é preciso encarar a sua realidade, querer e tomar atitudes que devem se traduzir em pensamentos, gestos e palavras positivas. Eles te conduzirão à Grande Luz Compassiva onde há compaixão que leva ao amor e a felicidade divinas.

Origem desta filosofia

A manifestação da Grande Luz Compassiva se deu há poucos anos na Índia por meio do mestre Bagavam que decidiu ir viver numa pequena comunidade pobre do deserto onde além da seca havia muita fome, miséria e violência nas famílias.

especial 5Odete coordenou no Acre o evento simultâneo Latinoamericano

Trabalhando com eles desenvolveu jovens guias para a comunidade que orientada para estes princípios foi se transformando positivamente com a redução do alcoolismo e outras formas de violência. Até a natureza contribuiu enviando chuvas para facilitar a sobrevivência de todos.


gow banner p20