Cultura

Cultura

Prefeitura debate Lei de Criação da Semana dos Mestres

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Esporte e Lazer Garibaldi Brasil (FGB), realizou na quarta-feira, 2, uma reunião sobre a elaboração da Lei de Criação da Semana dos Mestres de Rio Branco, que será proposta pelo vereador Rodrigo Forneck à Câmara de Vereadores.

A iniciativa terá construção conjunta com o Conselho Municipal de Patrimônio Cultural da cidade. Segundo Rodrigo, o trabalho feito pelo pela FGB e o conselho neste segmento é fundamental para valorizar e fortalecer a identidade local. “Através da lei, daremos mais visibilidade aos mestres, e nosso município reconhecerá oficialmente a importância deles”, destacou.

Os mestres tradicionais são os detentores dos saberes das diversas matrizes e fusões culturais que mantém a identidade e conhecimentos de suas comunidades. São tesouros vivos detentores de saberes, que necessitam de uma aplicabilidade de políticas públicas envolvidas com a preservação da memória. Em seu meio, o termo mestre significa professor e é também utilizado formalmente pela academia e instituições de cultura e patrimônio cultural.

“Estamos mapeando os mestres que têm a ver com a formação da cidade de Rio Branco, que são seringueiros e ribeirinhos, e o pessoal da música raiz. Em um ano e meio fizemos entrevistas com essas pessoas, por meio do Edital do Fundo Municipal de Cultura, e alinhando com o Conselho de Patrimônio. Com isso, conseguiremos fazer o Encontro dos Mestres Tradicionais de Rio Branco”, enfatiza a Diretora da Coordenação de Patrimônio Histórico Cultural, Diana Dantas.


gow banner p20