Cultura

Cultura

Fotógrafo Dhárcules Pinheiro lança documentário e exposição sobre aterro de Rio Branco

O documentário “Dias no Aterro”, do fotógrafo acreano Dhárcules Pinheiro, será lançado no dia 5 de setembro, no Sesc Centro, a partir das 19h, junto com a exposição fotográfica homônima.

A entrada é gratuita e aberta ao público. A produção é uma realização da Fundação de Cultura, Esporte e Lazer Garibaldi Brasil - FGB, através do Fundo Municipal de Cultura e do Sesc, através do Calenarte, e tem o apoio do Sucatão Rio Branco e Casa Massemba.

A ideia de realizar o projeto surgiu em junho de 2018 a partir de uma visita de Dhárcules ao local para realizar uma matéria sobre a economia do lixo, e os trabalhadores que tiram seus sustentos do aterro de inertes. Desde então, o fotógrafo passou a visitar o aterro cerca de três vezes ou mais por semana para criar intimidade com os trabalhadores.

“Apesar de prestarem um trabalho de grande importância para o meio ambiente e para economia, transformando lixo em renda, há toda uma negação dessa importância que vem não só da sociedade, como também da administração pública. Eles sofrem preconceito, são estigmatizados e excluídos”, explica o fotógrafo.

O documentário tem a duração de 25 minutos, com depoimentos de catadores que relatam conquistas e mostram um pouco da rotina de trabalho no aterro. De registro audiovisual, foram dois meses de filmagem, e 1 ano de registro fotográfico. A edição e montagem do trabalho foi realizado pelo jornalista Gilberto Lobo.

“Dias No Aterro foi uma experiência pessoal muito gratificante, onde eu pude conhecer pessoas incríveis, mas que invisíveis para sociedade. E apesar das várias dificuldades de cada um desses trabalhadores, eles conseguem encontrar em alguma parte dessa batalha diária um tempo para sorrir e dar graças a Deus”, relata o documentarista.


gow banner p20